Altice investiu 25ME na Madeira nos últimos cinco anos

O presidente Executivo da Altice Portugal está hoje na Madeira para um conjunto de iniciativas que atestam o investimento e o compromisso da Altice na Região, tendo cumprido já duas delas. Logo ao início da manhã, visitou às novas instalações...

Altice investiu 25ME na Madeira nos últimos cinco anos
O presidente Executivo da Altice Portugal está hoje na Madeira para um conjunto de iniciativas que atestam o investimento e o compromisso da Altice na Região, tendo cumprido já duas delas. Logo ao início da manhã, visitou às novas instalações do Call Center da Altice na Madeira, na Avenida Zarco, no Funchal, numa cerimónia em que Alexandre Fonseca esteve acompanhado de Pedro Calado, Vice-presidente do Governo Regional da Madeira e Patrícia Caires, diretora regional adjunta de Economia. A ampliação do centro de atendimento motivou a criação de 100 novos postos de trabalho, aumentando para cerca de 400 o número de colaboradores da empresa na Região. Depois, na Ribeira Brava, deu-se a abertura oficial do polo de investigação da Altice Labs na Madeira Trata-se de uma plataforma de promoção do talento tecnológico e “jóia da coroa” do Grupo, a Altice Labs tem vindo a desbravar caminhos, a marcar tendências e a trilhar o futuro da inovação, o futuro da Altice e o futuro de Portugal. Nesta ocasião, para além de Alexandre Fonseca, presentes estiveram também Miguel Albuquerque, presidente do governo regional da Madeira, Pedro Calado, João Zúquete, administrador da Altice Portugal, de membros do Governo Regional da Madeira, Ricardo Nacimento, presidente Câmara Municipal da Ribeira Brava, Elsa Fernandes, vice-reitora da UMa e ainda Alcino Lavrador, Diretor Geral da Altice Labs. Aqui, presidente Executivo da Altice Portugal exaltou os 25 milhões de euros que a sua empresa investiu na Madeira ao longo dos últimos 25 anos, registando com agrado que 70% do território insular está já coberto por fibra ótica, perspetivando que possa atingir os 95% em 2020. Por seu turno, na sua alocução, Miguel Albuquerque encontrou semelhanças entre a empresa e o seu Governo Regional. “Ambos quando prometem cumprem. Parecem irmãos siameses”, destacando esta postura numa altura em que “vamos cada vez mais ficando habituados a banha de cobra”, conforme referiu.