Austrália proíbe entrada a não-residentes oriundos da China

A Austrália decidiu proibir a partir de hoje a entrada no seu território a todos os não residentes oriundos da China para tentar conter o surto de novo coronavírus, anunciou o primeiro-ministro. “Apenas os cidadãos australianos, os residentes...

Austrália proíbe entrada a não-residentes oriundos da China
A Austrália decidiu proibir a partir de hoje a entrada no seu território a todos os não residentes oriundos da China para tentar conter o surto de novo coronavírus, anunciou o primeiro-ministro. “Apenas os cidadãos australianos, os residentes australianos, os detentores de guarda legal e os cônjuges” serão autorizados a entrar no país oriundos da China, anunciou Scott Morrison. Segundo o chefe do Governo, “será exigido a quem regresse ao país que fique em quarentena por um período de 14 dias”. A China elevou para 259 mortos e quase 12 mil infetados o balanço do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus (2019-nCoV) detetado no final do ano em Wuhan, capital da província de Hubei (centro). Além do território continental da China e das regiões chinesas de Macau e Hong Kong, há mais casos de infeção confirmados em 24 outros países, com as novas notificações na Rússia, Suécia e Espanha. A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou na quinta-feira uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional.