Autarcas de Machico em deslocação oficial a Cabo Verde

O presidente da Câmara Municipal de Machico, Ricardo Franco, e o vice-presidente, Nuno Moreira, participam esta semana, a convite dasa autarquias de Tarrafal e Ribeira Brava, na Ilha de São Nicolau, em Cabo Verde, nas festividades do Dia do...

Autarcas de Machico em deslocação oficial a Cabo Verde
O presidente da Câmara Municipal de Machico, Ricardo Franco, e o vice-presidente, Nuno Moreira, participam esta semana, a convite dasa autarquias de Tarrafal e Ribeira Brava, na Ilha de São Nicolau, em Cabo Verde, nas festividades do Dia do Município e do patrono da ilha, celebrado a 6 de dezembro. De acordo com uma nota do município, ao longo desta deslocação oficial, os representantes da autarquia irão participar em vários encontros de trabalho e em visitas institucionais, "no sentido de se preparar parcerias futuras, inclusive a possibilidade de uma geminação, considerando a história que une estes concelhos, sobretudo ao nível das pescas, baleação e indústria conserveira, ligadas à ida dos pescadores machiquenses para a ilha de São Nicolau". Os autarcas farão também uma visita oficial ao recentemente inaugurado, Museu da Pesca em Cabo Verde, cujo diretor, José Cabral, participou nas comemorações do dia do concelho de Machico, em 2018, na qualidade de orador na conferência 'Pesca e Baleação nas Regiões Ultraperiféricas: Madeira, Cabo Verde e Açores', "analisando-se também a possibilidade de estabelecer futuras parcerias e projetos, na vertente museológica e científica, entre as regiões da Macaronésia e o alargamento da cooperação com a grande vizinhança (Cabo Verde), no âmbito dos programas de cooperação territorial europeia co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER)". "A autarquia de Machico pretende assim estreitar os laços que unem estes municípios, valorizando a história dos pescadores de Machico que foram trabalhar para Cabo Verde, ensinando quer as artes de pesca, quer trabalhando na industria conserveira, que ainda hoje funciona, quer na baleação", pode ler-se.  Esta deslocação oficial terá também uma vertente solidária – “Mala Solidária”, com a entrega de roupas, material didáctico escolar, a diferentes associações e entidades locais.