Autoridades britânicas intercetaram 86 migrantes no Canal da Mancha

As autoridades britânicas intercetaram na terça-feira 86 migrantes que tentavam cruzar o Canal da Mancha em pequenas embarcações com destino à costa de Inglaterra, foi hoje anunciado. De acordo com as informações oficiais, tratou-se de uma...

Autoridades britânicas intercetaram 86 migrantes no Canal da Mancha
As autoridades britânicas intercetaram na terça-feira 86 migrantes que tentavam cruzar o Canal da Mancha em pequenas embarcações com destino à costa de Inglaterra, foi hoje anunciado. De acordo com as informações oficiais, tratou-se de uma das maiores operações de detenção de migrantes dos últimos meses na zona. Na terça-feira, as autoridades intercetaram em duas embarcações 23 pessoas ao largo de Douvres, sul de Inglaterra e que afirmaram serem originários do Irão, Afeganistão, Paquistão e Filipinas. Um comunicado do Ministério do Interior britânico refere que na tarde de terça-feira 18 outras pessoas foram igualmente intercetadas. Destas 18 pessoas, 14 afirmaram que são iranianos, iraquianos e vietnamitas. Uma outra embarcação que transportava 23 cidadãos do Irão e da Etiópia foi intercetada pela polícia também na terça-feira. Os restantes migrantes foram intercetados depois de terem conseguido desembarcar. Um porta-voz do Ministério do Interior do Reino Unido afirmou que as travessias marítimas são perigosas, tendo denunciado que são organizadas por “traficantes que não respeitam a vida dos seres humanos”. “Nós trabalhamos a todos os níveis em cooperação com as autoridades francesas no sentido de lutarmos contra esta atividade perigosa e ilegal”, disse o mesmo responsável à Agência France-Presse. No dia 29 de agosto, os ministros do Interior do Reino Unido e da França reuniram-se para analisar as travessias de migrantes, tendo sido abordado o eventual pedido de financiamento pelo governo de Londres para operações policiais no Canal da Mancha. Desde o início do ano, mais de 1.500 migrantes tentaram atravessar o Canal da Mancha em direção à costa inglesa, de acordo com as autoridades marítimas francesas. Em 2018 o número de migrantes intercetados foi menos de metade: 586 pessoas. Alguns migrantes já tentaram mesmo cruzar a nado o Canal da Mancha, no ponto mais estreito (30 quilómetros) entre a costa francesa e a Inglaterra.