Autoridades detêm suspeito de matar português na Bélgica

Casimiro Barbosa foi morto à facada, alegadamente, durante um assalto à casa onde vivia. As autoridades belgas detiveram, esta segunda-feira, o principal suspeito do homicídio de Casimiro Barbosa, um motorista natural de Penafiel que vivia, há cerca de seis anos, na Bélgica. De acordo com a polícia, o suspeito, chamado Logan H., foi encontrado perto de Namur por investigadores da polícia judiciária de Mons. Já de acordo com a imprensa belga, a polícia já tinha sido intercetado o suspeito na noite do homicídio, que se presuma ter acontecido entre 8 e 9 de agosto, junto ao apartamento do emigrante. A presença do homem junto a uma zona reservada do prédio da cidade de Mons, onde vivia a vítima, chamou à atenção de vizinhos. Os moradores suspeitaram logo que o indivíduo pudesse estar a assaltar alguma residência. Contudo, como não havia sinais de arrombamento, a polícia acabou por o libertar. Com o desenrolar da investigação, as autoridades desconfiaram novamente de Lohan e decidiram procurá-lo para o interrogar e foi durante esse processo que este acabou detido.

Autoridades detêm suspeito de matar português na Bélgica
Casimiro Barbosa foi morto à facada, alegadamente, durante um assalto à casa onde vivia. As autoridades belgas detiveram, esta segunda-feira, o principal suspeito do homicídio de Casimiro Barbosa, um motorista natural de Penafiel que vivia, há cerca de seis anos, na Bélgica. De acordo com a polícia, o suspeito, chamado Logan H., foi encontrado perto de Namur por investigadores da polícia judiciária de Mons. Já de acordo com a imprensa belga, a polícia já tinha sido intercetado o suspeito na noite do homicídio, que se presuma ter acontecido entre 8 e 9 de agosto, junto ao apartamento do emigrante. A presença do homem junto a uma zona reservada do prédio da cidade de Mons, onde vivia a vítima, chamou à atenção de vizinhos. Os moradores suspeitaram logo que o indivíduo pudesse estar a assaltar alguma residência. Contudo, como não havia sinais de arrombamento, a polícia acabou por o libertar. Com o desenrolar da investigação, as autoridades desconfiaram novamente de Lohan e decidiram procurá-lo para o interrogar e foi durante esse processo que este acabou detido.