Autoridades ponderam hipótese de rapto de jovem de 15 anos desaparecida na Malásia

As autoridades da Malásia declararam que o caso de Nora Quoirin, a jovem britânica de 15 anos desaparecida desde o dia 4 de agosto na Malásia, pode tratar-se de um rapto. As equipas de resgate, compostas por 200 pessoas e cães pisteiros, acreditam...

Autoridades ponderam hipótese de rapto de jovem de 15 anos desaparecida na Malásia
As autoridades da Malásia declararam que o caso de Nora Quoirin, a jovem britânica de 15 anos desaparecida desde o dia 4 de agosto na Malásia, pode tratar-se de um rapto. As equipas de resgate, compostas por 200 pessoas e cães pisteiros, acreditam que Nora possa estar escondida na floresta, escreve o Correio da Manhã. Já a vice-chefe da polícia local, Che Zakaria Othman, declarou que "apesar de o caso ter sido classificado como ‘pessoa desaparecida’, não se descarta nenhuma opção" e que "a investigação inclui a possibilidade de crime". A família da jovem encontrava-se de férias durante duas semanas num resort local quando, na manhã do dia 4, deu conta do desaparecimento da jovem, que tem um atraso de desenvolvimento e, segundo familiares, "não consegue cuidar de si mesma nem sair sozinha", tratando-se, portanto, de um rapto. De acordo com a polícia, as equipas de resgate distribuíram centenas de panfletos pela população e espalharam vários altifalantes pela floresta junto ao resort, onde se ouve a voz de Meabh Quoirin, mãe de Nora, a chamar pela filha.