'Azul Celeste' estará patente no Museu Henrique e Francisco Franco até 7 de Janeiro

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, marcou presença, esta tarde, na inauguração da exposição 'azul Celeste' da artista madeirense Luísa Spínola, que decorreu no Museu Henrique e Francisco Franco. Na ocasião, Miguel...

'Azul Celeste' estará patente no Museu Henrique e Francisco Franco até 7 de Janeiro
O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, marcou presença, esta tarde, na inauguração da exposição 'azul Celeste' da artista madeirense Luísa Spínola, que decorreu no Museu Henrique e Francisco Franco. Na ocasião, Miguel Silva Gouveia, destacou “o excelente trabalho realizado pela Luísa, que através das pinturas de Henrique Franco, criou e presenteou-nos com estas obras que exploram plasticidades e sensações através de uma espécie de ponte, criada entre estes dois artistas”.  O edil salientou ainda que a Autarquia Funchalense “procura sempre apoiar e acarinhar os nossos talentos, os talentos regionais, como é o caso da Luísa Spínola, e este momento serve também para homenagear dois artistas de renome, nacional e internacional, Henrique e Francisco Franco, que muitas vezes não têm o seu devido reconhecimento”. A exposição intitulada ‘azul Celeste’, estará patente naquele espaço até ao próximo dia 7 de Janeiro, e está inserida no clico de exposições temporárias do Museu Henrique e Francisco Franco, que foram criadas para dinamizar este espaço cultural, convidando os artistas a criar pontes entre os seus trabalhos e os trabalhos dos irmãos Franco.