Bancária de 46 anos apanhada a fazer sexo oral a um menino de 13 no Brasil

Uma mulher de 46 anos, funcionária de um banco, foi detida pelas autoridades, em flagrante, enquanto abusava sexualmente de uma criança de 13, avança o Impala. O crime ocorreu na cidade de Vitória, capital do estado brasileiro do Espírito do...

Bancária de 46 anos apanhada a fazer sexo oral a um menino de 13 no Brasil
Uma mulher de 46 anos, funcionária de um banco, foi detida pelas autoridades, em flagrante, enquanto abusava sexualmente de uma criança de 13, avança o Impala. O crime ocorreu na cidade de Vitória, capital do estado brasileiro do Espírito do Santo. A vítima e a agressora foram apanhadas pela Polícia local, no carro topo-de-gama da bancária, num local ermo da cidade, em Vila Velha. De acordo com as autoridades, citadas pela mesma fonte, quem identificou a situação foi um agente da Polícia. Afirmou ter visto a adulta a "realizar sexo oral" ao menor, sendo que ambos estavam "completamente nus" no interior do carro. Ao deparar-se com o agente, a criança terá começado a chorar. A agressora, constrangida, confessou que "tinha consciência de que o que estava a fazer era errado" e que tinha "de pagar" pelo ato. Já na esquadra, a bancária terá contado que encontrou a criança "no estacionamento de uma praia, a arrumar carros" e decidiu convidá-la para "dar uma volta" e "comer um gelado".  O menor estava acompanhado de outra criança do sexo feminino, que recusou a oferta da mulher. De seguida, a criminosa procurou um lugar deserto para abusar do rapaz. No Brasil, qualquer contacto sexual com um menor de 14 anos é considerado crime, mesmo que se trate de prática consentida, pelo que a mulher incorre agora numa pena de prisão efetiva de 8 a 14 anos.  Entretanto, o menino já foi entregue à família.