Banco Alimentar na Madeira apoiou 11.606 pessoas em 2020

O Banco Alimentar Contra a Fome na Madeira angariou 791 toneladas de alimentos em 2020, mais de 40% face ao ano anterior, e apoiou 11.606 pessoas carenciadas, indicou hoje a presidente da institui√ß√£o. "Foi o ano em que recebemos mais doa√ß√Ķes de alimentos, mais doa√ß√Ķes em dinheiro, provenientes de 99 dadores", disse F√°tima Aveiro, refor√ßando: "No meio da trag√©dia [a pandemia de covid-19], conseguimos sentir muita solidariedade de v√°rios agentes p√ļblicos e da sociedade em geral". A respons√°vel falava no √Ęmbito da assinatura de um protocolo com a Associa√ß√£o de Surdos, Pais, Familiares e Amigos da Madeira (ASPFAM), no Funchal, que se compromete a doar ao Banco Alimentar os excedentes hort√≠colas e frut√≠colas de uma explora√ß√£o de agricultura biol√≥gica a seu cargo. "A contrapartida do Banco Alimentar √© fazer chegar estes produtos √†s fam√≠lias e √†s pessoas comprovadamente carenciadas atrav√©s das institui√ß√Ķes de solidariedade social", explicou F√°tima Aveiro. O Banco Alimentar Contra a Fome canaliza os alimentos para 53 institui√ß√Ķes de solidariedade social dispersas pelo arquip√©lago, que depois tratam da sua entrega aos agregados familiares carenciados. "Anualmente, apoiamos uma m√©dia de 8 mil pessoas, mas no ano passado cheg√°mos a mais de 11 mil", disse a respons√°vel. O presidente da ASPAFM, S√©rgio Teixeira, explicou, por seu lado, que o projeto de agricultura biologica a seu cargo, designado "Gestos Verdes", visa angariar verbas para as atividades de apoio aos surdos, ao n√≠vel do acesso √† educa√ß√£o, emprego, sa√ļde e justi√ßa, mas tamb√©m promover a prote√ß√£o do ambiental, a agricultura saud√°vel e a boa alimenta√ß√£o. "Temos uma √°rea relativamente grande - 9 mil metros quadrados [no Funchal] - e h√° sempre hort√≠colas e frutos que se produzem a mais do que conseguimos escoar e, para que n√£o haja perdas, avan√ß√°mos com a parceira com o Banco Alimentar", sublinhou. A principal produ√ß√£o do projeto "Gestos Verdes" √© banana - cerca de 10 mil toneladas por ano -, mas tamb√©m cultivam manga, papaia, pitanga, morango, amora, figo, bem como uma grande variedade de hort√≠colas.

Banco Alimentar na Madeira apoiou 11.606 pessoas em 2020
O Banco Alimentar Contra a Fome na Madeira angariou 791 toneladas de alimentos em 2020, mais de 40% face ao ano anterior, e apoiou 11.606 pessoas carenciadas, indicou hoje a presidente da institui√ß√£o. "Foi o ano em que recebemos mais doa√ß√Ķes de alimentos, mais doa√ß√Ķes em dinheiro, provenientes de 99 dadores", disse F√°tima Aveiro, refor√ßando: "No meio da trag√©dia [a pandemia de covid-19], conseguimos sentir muita solidariedade de v√°rios agentes p√ļblicos e da sociedade em geral". A respons√°vel falava no √Ęmbito da assinatura de um protocolo com a Associa√ß√£o de Surdos, Pais, Familiares e Amigos da Madeira (ASPFAM), no Funchal, que se compromete a doar ao Banco Alimentar os excedentes hort√≠colas e frut√≠colas de uma explora√ß√£o de agricultura biol√≥gica a seu cargo. "A contrapartida do Banco Alimentar √© fazer chegar estes produtos √†s fam√≠lias e √†s pessoas comprovadamente carenciadas atrav√©s das institui√ß√Ķes de solidariedade social", explicou F√°tima Aveiro. O Banco Alimentar Contra a Fome canaliza os alimentos para 53 institui√ß√Ķes de solidariedade social dispersas pelo arquip√©lago, que depois tratam da sua entrega aos agregados familiares carenciados. "Anualmente, apoiamos uma m√©dia de 8 mil pessoas, mas no ano passado cheg√°mos a mais de 11 mil", disse a respons√°vel. O presidente da ASPAFM, S√©rgio Teixeira, explicou, por seu lado, que o projeto de agricultura biologica a seu cargo, designado "Gestos Verdes", visa angariar verbas para as atividades de apoio aos surdos, ao n√≠vel do acesso √† educa√ß√£o, emprego, sa√ļde e justi√ßa, mas tamb√©m promover a prote√ß√£o do ambiental, a agricultura saud√°vel e a boa alimenta√ß√£o. "Temos uma √°rea relativamente grande - 9 mil metros quadrados [no Funchal] - e h√° sempre hort√≠colas e frutos que se produzem a mais do que conseguimos escoar e, para que n√£o haja perdas, avan√ß√°mos com a parceira com o Banco Alimentar", sublinhou. A principal produ√ß√£o do projeto "Gestos Verdes" √© banana - cerca de 10 mil toneladas por ano -, mas tamb√©m cultivam manga, papaia, pitanga, morango, amora, figo, bem como uma grande variedade de hort√≠colas.