Bebé com atrofia muscular espinal morre após o pai fugir com dinheiro para o tratamento

Faleceu João Miguel, bebé de um ano e 10 meses que nasceu com uma patologia degenerativa conhecida por atrofia muscular espinal. De acordo com o site Impala, os neurónios que partem da espinal medula e que transmitem informação aos músculos...

Bebé com atrofia muscular espinal morre após o pai fugir com dinheiro para o tratamento
Faleceu João Miguel, bebé de um ano e 10 meses que nasceu com uma patologia degenerativa conhecida por atrofia muscular espinal. De acordo com o site Impala, os neurónios que partem da espinal medula e que transmitem informação aos músculos vão progressivamente morrendo e o doente vai perdendo força e desenvolvendo atrofia muscular, paralisia progressiva e perda de capacidades motoras. À medida que foi progredindo a patologia, a família foi necessitando de cada vez mais dinheiro para suportar os tratamentos que o mantinham vivo. Foi então que os pais solicitaram apoio nas redes sociais, tendo angariado 60 mil euros com a ajuda povo brasileiro. Polícia, Governo, todos colaboraram, tendo chegado a haver uma maratona no Estado de Minas Gerais para ajudar a criança. No entanto, Mauteus Leroy Alves, de 37 anos, pai de João Miguel, acabou por fugir com o dinheiro, levando a mãe a denunciar a situação às autoridades brasileiras que deram início à investigação. O homem foi encontrado num hotel de cinco estrelas na Bahia, tendo sido acusado, salienta a mesma fonte, de apropriação indevida de dinheiro e fraude. Os quartos da unidade na qual ficou hospedado, custam cerca de 500 euros por noite. O suspeito, por sua vez, negou estar a utilizar o dinheiro do filho, mas não conseguiu explicar como tencionava pagar a fatura do hotel, no qual guardava joias, roupas de marcas e telemóveis de ponta. Uma vez mais, as autoridades solicitaram à população colaboração monetária para o menino. Contudo, João Miguel acabou por falecer três meses após a detenção do pai.