Bebé de 10 meses acorda de coma no Reino Unido a sorrir para o pai

Um bebé de 10 meses acordou de um coma de cinco dias e sorriu para o pai. Os pais de Michael, Emma e Stuart Labuschagne, tentam recolher fundos para lhe salvar a vida, segundo informou a CNN, citada pelo Observador.  Na madrugada de 16 de março,...

Bebé de 10 meses acorda de coma no Reino Unido a sorrir para o pai
Um bebé de 10 meses acordou de um coma de cinco dias e sorriu para o pai. Os pais de Michael, Emma e Stuart Labuschagne, tentam recolher fundos para lhe salvar a vida, segundo informou a CNN, citada pelo Observador.  Na madrugada de 16 de março, o bebé sofreu uma paragem cardíaca, tendo sido colocado pela equipa médica em coma induzido com o intuito de proteger o seu cérebro de outros eventuais danos. Michael foi diagnosticado com um fibroma cardíaco, tumor que pode bloquear o fluxo sanguíneo no coração de uma criança. O seu coração é enorme, tem cinco centímetros, quando comparado com os de outros bebés da sua idade.  A sua condição extremamente rara, faz com que nenhum cirurgião no Reino Unido tenha a experiência necessária para remover-lhe o tumor. A família tem assim duas opções: aguardar por um transplante ou recorrer ao Programa de Tumor Cardíaco,Hospital Infantil de Boston, cuja taxa de sobrivência é de 100% nos últimos 10 anos.  Uma vez que a cirurgia custa cerca de 147.000 dólares (133.000 euros), valor ao qual acrescem despesas como viagens, dias de trabalho perdidos e custos de recuperação, os pais abriram uma conta no GoFundMe para arrecadar fundos para a cirurgia que será realizada, em princípio, em abril.