Cabeça de lista do Aliança desafia Albuquerque para debate sobre a poluição

O cabeça de lista do Aliança às eleições legislativas da Madeira em 22 de setembro, Joaquim Sousa, desafiou o líder do PSD Miguel Albuquerque para um debate sobre a poluição crescente na região. Na terça-feira, terceiro dia de campanha no arquipélago,...

Cabeça de lista do Aliança desafia Albuquerque para debate sobre a poluição
O cabeça de lista do Aliança às eleições legislativas da Madeira em 22 de setembro, Joaquim Sousa, desafiou o líder do PSD Miguel Albuquerque para um debate sobre a poluição crescente na região. Na terça-feira, terceiro dia de campanha no arquipélago, Joaquim Sousa esteve em contacto com as populações dos concelhos de Santa Cruz, tendo abordado diferentes questões relacionadas com a poluição. Nesse sentido, Joaquim Sousa deixou um desafio ao também presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, “para debater, onde e quando este quiser, as problemáticas relacionadas com a poluição crescente na região”. Nos concelhos de Santa Cruz, o candidato do Aliança e a sua comitiva abordaram “a falta de tratamento dos esgotos que são lançados ao mar e do coberto plástico” existente do mar à serra, que considera ter “consequências” para a saúde pública e para a Madeira enquanto destino. Em comunicado, o candidato do Aliança avança que “também as consequência das alterações climáticas e o tempo que ‘parece andar trocado’ e a destruição da biodiversidade” foram temas abordados durante a campanha. O cabeça de lista lamentou ainda a falta de "certezas nos programas" dos principais candidatos dos partidos do sistema, que os leva a que não queiram participar em debates. O Aliança, partido criado e liderado por Santana Lopes, faz a sua estreia nas eleições regionais da Madeira em 22 de setembro, às quais apresenta como cabeça de lista o professor Joaquim de Sousa. Esta força partidária considera “estruturante” conseguir eleger um grupo parlamentar na Assembleia da Madeira. Também declara estar “disponível para apoiar um possível executivo regional minoritário”, cujo projeto coincida com os ideais do Aliança. Esta força partidária afirma que “não tem a pretensão de ir para o governo” e assume estar “comprometida” com a Educação, a Saúde e o Ambiente. As eleições regionais legislativas da Madeira, onde os sociais-democratas governam com maioria absoluta, decorrem em 22 de setembro, com 16 partidos e uma coligação a disputar os 47 lugares no parlamento regional: PDR, CHEGA, PNR, BE, PS, PAN, Aliança, Partido da Terra-MPT, PCTP/MRPP, PPD/PSD, Iniciativa Liberal, PTP, PURP, CDS-PP, CDU (PCP/PEV), JPP e RIR.