“Cada vez mais me aborrecem as missas do parto”, diz pároco de São Roque

O padre José Luís Rodrigues criticou hoje nas redes sociais a forma como hoje em dia são encaradas as missas do parto.  “Cada vez mais me aborrecem as missas do parto, mesmo com o tremendo esforço que faço para fazer delas um momento de reflexão...

“Cada vez mais me aborrecem as missas do parto”, diz pároco de São Roque
O padre José Luís Rodrigues criticou hoje nas redes sociais a forma como hoje em dia são encaradas as missas do parto.  “Cada vez mais me aborrecem as missas do parto, mesmo com o tremendo esforço que faço para fazer delas um momento de reflexão com algum conteúdo”, disse hoje o pároco de São Roque através de uma publicação na rede social ‘Facebook’. A frase é somente um excerto do texto que é introduzido com a seguinte explicação: “ouve-se na praça: «tenho que fazer diretas»; «toda a noite a bombar»... Com isto concluo que fica tudo dito em relação ao «movimento pujantemente espiritual, pastoral e evangelizador» que as «missas do parto» na Madeira suscitam”.  “Mas, siga a festa, porque a Madeira tem que fazer o ano inteiro jus àquilo que é, um brinquinho. E, como diz o 'sábio povo', quem não gosta não atrapalha”, conclui o padre.