Cafôfo anuncia 500 milhões de Lisboa e chumbo ao adiamento do PAEF

O deputado socialista anunciou hoje, no DN-M, que tem indicações de Lisboa em que a Região poderá endividar-se mais do que pedia. Mas a Madeira terá mesmo de pagar as duas prestações do PAEF. De acordo com as declarações de Paulo Cafôfo, o Governo da República vai autorizar a alteração pretendida pela Região aos limites de endividamento. Segundo o deptuado do PS-M, há garantias do gabinete do primeiro-ministro e do gabinete do ministro das Finanças de que a Madeira poderá recorrer a financiamento até aos 500 milhões de euros, mais 200 milhões do que desejado pela Região. No entanto, na mesma notícia, é também assumido que, ao contrário da autorização para maior endividamento, Lisboa não vai autorizar qualquer adiamento das duas prestações deste ano referentes ao PAEF. Ou seja, a Madeira vai mesmo ter de pagar mais de 90 milhões de euros devidos este ano. 

Cafôfo anuncia 500 milhões de Lisboa e chumbo ao adiamento do PAEF
O deputado socialista anunciou hoje, no DN-M, que tem indicações de Lisboa em que a Região poderá endividar-se mais do que pedia. Mas a Madeira terá mesmo de pagar as duas prestações do PAEF. De acordo com as declarações de Paulo Cafôfo, o Governo da República vai autorizar a alteração pretendida pela Região aos limites de endividamento. Segundo o deptuado do PS-M, há garantias do gabinete do primeiro-ministro e do gabinete do ministro das Finanças de que a Madeira poderá recorrer a financiamento até aos 500 milhões de euros, mais 200 milhões do que desejado pela Região. No entanto, na mesma notícia, é também assumido que, ao contrário da autorização para maior endividamento, Lisboa não vai autorizar qualquer adiamento das duas prestações deste ano referentes ao PAEF. Ou seja, a Madeira vai mesmo ter de pagar mais de 90 milhões de euros devidos este ano.