Cantor gospel assume-se homossexual no Ruanda e testa tolerância da sociedade

Os amigos de Albert Nabonibo, um famoso cantor gospel no Ruanda que assumiu recentemente ser homossexual, não querem ver os seus nomes associados ao artista, uns por vergonha, outros por angústia porque as respetivas famílias sabem da amizade....

Cantor gospel assume-se homossexual no Ruanda e testa tolerância da sociedade
Os amigos de Albert Nabonibo, um famoso cantor gospel no Ruanda que assumiu recentemente ser homossexual, não querem ver os seus nomes associados ao artista, uns por vergonha, outros por angústia porque as respetivas famílias sabem da amizade. Nabonibo chocou muitos ruandeses em agosto último quando revelou numa entrevista a um canal religioso no Youtube que era homossexual, num país onde a assunção pública da homossexualidade é desconhecida. Apesar da retórica ‘anti-gay’ não ser neste país da África central tão presente quanto noutros locais da África subsaariana, a homossexualidade é largamente desprezada e a pessoas LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais ou transgénero) mantêm perfis bastante discretos. Nabonibo afirmou em declarações à agência Associated Press que assumiu a sua orientação de género porque quer viver normalmente. Porém, ao invés, a reação dos familiares, amigos e mesmo desconhecidos tem sido “horrível”, segundo o próprio, sublinhando a intolerância sentida em muitas partes do continente africano. “Mas não há como voltar atrás, eu tenho que viver a minha vida”, afirmou Nabonibo. “É tão triste sentir que pessoas que conheces abusam de ti”.