Casal australiano condenado por impor dieta vegan a filha bebé

Um casal australiano, na casa dos trinta anos, foi condenado a 18 meses de prisão, que serão cumpridos em forma de serviço comunitário, por terem imposto uma severa dieta vegan à filha. Segundo a notícia divulgada pelo jornal SOL, que cita...

Casal australiano condenado por impor dieta vegan a filha bebé
Um casal australiano, na casa dos trinta anos, foi condenado a 18 meses de prisão, que serão cumpridos em forma de serviço comunitário, por terem imposto uma severa dieta vegan à filha. Segundo a notícia divulgada pelo jornal SOL, que cita o canal de televisão australiano Seven News, a menina, que tem hoje três anos, parecia ter três meses quando completou 19 meses de idade. A criança era alimentada à base de aveia, batata, tostas e arroz. No ano passado a criança, então com dois anos, foi institucionalizada, após a mãe ter contactado os serviços de emergência a alegar que a menor tinha desmaiado. A criança foi encontrada sem dentes. Esta quinta-feira, a sentença foi proclamada no tribunal Sydney Downing Centre. A juíza criticou os progenitores por terem obrigado a filha a realizar uma dieta "completamente inadequada", acrescentando que estava "com pouco peso e um tamanho muito inferior àquele que se espera na sua idade". Segundo o referido pelo jornal SOL a menina não era capaz de acompanhar o ritmo de desenvolvimento das outras crianças: "não se sentava, não proferia uma única palavra, não conseguia comer sozinha nem brincar”.  Ao que tudo indica, os outros dois filhos menores do casal, segundo aquilo que foi averiguado pelas forças de segurança, não cresceram com problemas. De acordo com a BBC, quando a terceira filha nasceu a mãe sofria de depressão e tornou-se obcecada pela dieta vegan. A vítima reside atualmente com um familiar e os pais estão a frequentar programas de parentalidade e nutrição. Quanto à menina, foi, entretanto, vacinada e frequenta sessões de terapia da fala e de fisioterapia.