Catalunha: Presidente do Governo regional reconhece ter desobedecido

O presidente independentista do Governo regional da Catalunha, Quim Torra, reconheceu hoje que não cumpriu a ordem da comissão nacional de eleições espanhola de remover os símbolos separatistas alegando ser "ilegal" e de cumprimento "impossível"....

Catalunha: Presidente do Governo regional reconhece ter desobedecido
O presidente independentista do Governo regional da Catalunha, Quim Torra, reconheceu hoje que não cumpriu a ordem da comissão nacional de eleições espanhola de remover os símbolos separatistas alegando ser "ilegal" e de cumprimento "impossível". “Sim, eu desobedeci”, disse Torra ao Tribunal Superior de Justiça da Catalunha, que está a julgá-lo por desobediência, ao ter-se recusado retirar os símbolos separatistas dos edifícios públicos nas eleições legislativas de abril passado. Questionada pelo seu advogado sobre se cumpriu, "sim ou não", a ordem da Junta Eleitoral Central (JEC), Torra foi perentório: "Não, eu não cumpri. Digamos de outra forma: Sim, desobedeci. Mas era impossível cumprir uma ordem ilegal. Todos os membros deste tribunal sabem que se tratou de uma ordem ilegal emitida por um órgão que não tinha competência para tal”.