CDS exige criação de um regime fiscal específico para os três concelhos da costa norte

"A desertificação da costa norte da Madeira precisa de medidas concretas de redução fiscal para atrair investimento, fixar pessoas, criar emprego e travar o envelhecimento, e não poderá ficar à espera de "medidas de cosmética, de "entrar na...

CDS exige criação de um regime fiscal específico para os três concelhos da costa norte
"A desertificação da costa norte da Madeira precisa de medidas concretas de redução fiscal para atrair investimento, fixar pessoas, criar emprego e travar o envelhecimento, e não poderá ficar à espera de "medidas de cosmética, de "entrar na moda", conforme defendeu esta semana o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque", afirmou Teófilo Cunha. O secretário-geral do CDS-PP Madeira esteve hoje junto ao edifício da Autoridade Tributária e Assuntos Fiscais, no edifício 2000, no Funchal, para rebater a ideia de Miguel Albuquerque e exigir do Governo Regional a criação de um regime fiscal específico para os três concelhos da costa norte da Madeira, São Vicente, Porto Moniz e Santana, medida que o CDS-PP vem exigindo desde o início da actual legislatura, em 2015, como forma de travar a desertificação daqueles concelhos, que nas últimas décadas perderam mais de metade da população. "Há quase 70 anos que a costa norte da Madeira perde sistematicamente população", contextualizou Teófilo Cunha. "Estamos a falar de uma perda que já ultrapassou 50% da população. É uma situação que não permite a fixação de empresas e a criação de emprego", lamentou.