CDS faz queixa à CNE de mensagem do PS

"Vote. Participe. Mobilize. Todos os votos fazem a diferença". Esta é a mensagem que o CDS considera ilegal e que já motivou uma queixa à Comissão Nacional de Eleições. A participação é feita pelo advogado e dirigente do partido Luís Miguel...

CDS faz queixa à CNE de mensagem do PS
"Vote. Participe. Mobilize. Todos os votos fazem a diferença". Esta é a mensagem que o CDS considera ilegal e que já motivou uma queixa à Comissão Nacional de Eleições. A participação é feita pelo advogado e dirigente do partido Luís Miguel Rosa, que diz ter sido informado dessas mensagens por “cidadãos sem qualquer ligação ou militância partidária”. Acrescenta que “tendo sido esta mensagem enviada pela instituição PSM (Partido Socialista da Madeira), para números de telefone privados e/ou páginas de facebook privadas, conforme exemplo em anexo, e com a identificação clara do remetente, cremos que estaremos num dos casos de propaganda proibida, quando realizada no dia da eleição, sendo que a limitação constante dos artigos 64º e seguintes da Lei n.º 1/2006 prevê que esta proibição abrange toda a atividade passível de influenciar, ainda que indiretamente, os eleitores quanto ao sentido de voto.” Assim, “na qualidade de presidente do Conselho de Jurisdição e Disciplina do CDS/PP Madeira, e na qualidade de cidadão, venho pelo presente remeter a presente reclamação para V. análise e parecer”, lê-se na queixa apresentada à CNE.