CDS pede aos eleitores que não se deixem iludir

O secretário-geral do CDS-PP, Teófilo Cunha, dirigiu esta quarta-feira um apelo aos eleitores da Madeira e Porto Santo, para que não se deixem iludir com as escolhas que estão em jogo a 22 de setembro. "O CDS tem um projecto para os madeirenses,...

CDS pede aos eleitores que não se deixem iludir
O secretário-geral do CDS-PP, Teófilo Cunha, dirigiu esta quarta-feira um apelo aos eleitores da Madeira e Porto Santo, para que não se deixem iludir com as escolhas que estão em jogo a 22 de setembro. "O CDS tem um projecto para os madeirenses, tem ideias próprias e é um partido unido", declarou o dirigente centrista, que também é presidente da Câmara de Santana. "Somos responsáveis onde somos poder e onde somos oposição. Trabalhamos para merecer o voto das populações." Teófilo Cunha deixou claro que "votar CDS não é a a mesma coisa que votar PSD ou PS". E apontou as diferenças: "Temos um líder jovem com provas dadas, que sabe negociar", sinalizou. "Enquanto vereador na CMF soube negociar e se não o tivesse feito, muito provavelmente alguns orçamento da Câmara do Funchal não teriam passado. E enquanto deputado à Assembleia Legislativa Regional, também soube negociar com o governo medidas importantes, falo da descida no preço dos passes sociais que beneficia milhares de madeirenses e do regime para consumo de produtos regionais nas cantinas públicas", acrescentou. O secretário-geral do CDS-PP diz que o seu partido "é responsável", que "não faz oposição bota-abaixo" e que, quando faz oposição, "apresenta alternativas para resolver o problema das pessoas".