CDS/Congresso: Moção de Rodrigues dos Santos sai vencedora

O primeiro dia do 28.º Congresso do CDS-PP, em Aveiro, terminou hoje pouco antes das 04:00 horas, depois do anúncio da moção vencedora, de Rodrigues dos Santos, cuja candidatura a presidente do partido irá esta manhã a votos. A moção de Francisco...

CDS/Congresso: Moção de Rodrigues dos Santos sai vencedora
O primeiro dia do 28.º Congresso do CDS-PP, em Aveiro, terminou hoje pouco antes das 04:00 horas, depois do anúncio da moção vencedora, de Rodrigues dos Santos, cuja candidatura a presidente do partido irá esta manhã a votos. A moção de Francisco Rodrigues dos Santos, líder da Juventude Popular e conhecido por “Chicão”, intitulada “Voltar a acreditar” e que reclamava uma mudança no partido, obteve 671 votos. Atrás ficou a moção do deputado João Almeida, com 562 e a de Filipe Lobo d`Ávila, com 209 votos. Quer João Almeida quer Lobo d`Ávila adiantaram que vão apresentar listas apenas ao Conselho Nacional, cumprimentando Rodrigues dos Santos pela vitória da sua moção de estratégia para os próximos dois anos. Hoje, entre as 09:30 e as 12:30 decorrerá a eleição para os órgãos de direção, seguindo-se a apresentação de moções setoriais e o encerramento, às 13:30, com o discurso do futuro líder do CDS. O candidato à liderança do CDS-PP Francisco Rodrigues dos Santos, que viu a sua moção ser a mais votada pelo congresso, adiantou hoje que vai apresentar listas aos órgãos nacionais que “espelhem o pluralismo interno”. “Eu agora vou iniciar um processo de diálogo estruturado com ambas as listas [opositoras], precisamente para conseguirmos conjugar esforços e ter órgãos nacionais do partido que sejam representativos das várias sensibilidades que se apresentaram a congresso, é precisamente isso agora que farei, sendo certo que amanhã procurarei apresentar listas que espelhem este pluralismo interno que o congresso refletiu”, afirmou aquele que deverá ser o próximo presidente do CDS.