Conduta de água potável no Funchal sem fibrocimento até o fim de 2020

Até o final do ano, todas as condutas de água potável, em fibrocimento, existentes no concelho do Funchal, estarão substituídas. Garantia deixada hoje pelo presidente da Câmara Municipal do Funchal, a propósito "da herança de má memória dos...

Conduta de água potável no Funchal sem fibrocimento até o fim de 2020
Até o final do ano, todas as condutas de água potável, em fibrocimento, existentes no concelho do Funchal, estarão substituídas. Garantia deixada hoje pelo presidente da Câmara Municipal do Funchal, a propósito "da herança de má memória dos tempos das vereações PSD e que estamos a resolver de uma vez por todas". Miguel Silva Gouveia, que falava à comunicação social no final da reunião de Câmara e reagia às críticas da vereação do PSD a propósito das repetidas faltas de água em algumas zonas do concelho, disse que até o fim de 2020, não haverá um metro de rede de fibrocimento nas condutas de água potável.  Anteriormente, Paula Menezes, do PSD, disse que o partido que representa levou à reunião de hoje, inúmeros casos de perdas de água na rede, "como já o tem feito por diversas vezes". "Continuamos a verificar uma inoperância por parte da Câmara do Funchal em resolvê-los, quando sabemos que a água distribuída para o Funchal é suficiente para abastecer a ilha inteira", afirmou. Apontando que os níveis de perdas nas redes são muito elevados, Paula Menezes criticou a ineficácia e falta de rapidez da Autarquia. O presidente da Câmara Municipal do Funchal, em resposta ao PSD, diz que se não fosse a ausência de intervenção daquele partido, hoje em dia, o concelho não teria uma rede obsoleta. Miguel Silva Gouveia refere que a Autarquia teve coragem de fazer obras em zonas que causam transtorno, que são demoradas porque nem sempre aquilo que se encontra no subsolo, permite a celeridade desejada. "Estamos a trabalhar em prol da sustentabilidade ambiental", afirmou, referindo que, num passado, houve um desinvestimento nesta área por parte dos sociais-democratas. Neste momento,não há qualquer zona do Funchal sem água potável, conforme garante o presidente da Câmara Municipal do Funchal.