Conselho de Justiça declara-se incompetente para decidir fim da 2.ª Liga

O Conselho de Justiça remeteu o recurso do clube Cova da Piedade para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), declarando-se incompetente na decisão do fim da 2.ª Liga, avançou o jornal Record. A decisão é esperada ainda hoje. Recorde-se que a 5 de maio, a direção da Liga de clubes, após confirmar o fim definitivo da época 2019/20, aprovou “por unanimidade” a promoção do Nacional e do Farense, que levou o Marítimo a avançar com um recurso para o TAD, no dia 15 de maio. Nessa circunstância, foi também aprovado a despromoção do Cova da Piedade (17.º lugar e penúltimo) e do Casa Pia (que ocupava o 18.º lugar e último lugar).

Conselho de Justiça declara-se incompetente para decidir fim da 2.ª Liga
O Conselho de Justiça remeteu o recurso do clube Cova da Piedade para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), declarando-se incompetente na decisão do fim da 2.ª Liga, avançou o jornal Record. A decisão é esperada ainda hoje. Recorde-se que a 5 de maio, a direção da Liga de clubes, após confirmar o fim definitivo da época 2019/20, aprovou “por unanimidade” a promoção do Nacional e do Farense, que levou o Marítimo a avançar com um recurso para o TAD, no dia 15 de maio. Nessa circunstância, foi também aprovado a despromoção do Cova da Piedade (17.º lugar e penúltimo) e do Casa Pia (que ocupava o 18.º lugar e último lugar).