Covid-19: Autoridade Marítima Nacional interdita grupos de pessoas nas praias

A Autoridade Marítima Nacional interditou no sábado à noite todas as atividades desportivas ou de lazer que juntem pessoas nas praias do continente, Madeira e Açores, para minimizar a probabilidade de disseminação do novo coronavírus (Covid-19).Lusa Num comunicado publicado na página oficial, a Autoridade Marítima Nacional justifica a “medida preventiva” como resposta “para conter a propagação do Covid-19” e assegura que a “interdição será levantada logo que estejam reunidas todas as condições de segurança”. A Autoridade Marítima Nacional reforça o apelo aos cidadãos para que não se desloquem às praias e não vão a banhos. Portugal está em nível de alerta, tendo já 169 casos de infeção com Covid-19 confirmados. O novo coronavírus foi detetado pela primeira vez em dezembro, na China, e já provocou mais de 5.700 mortos em todo o mundo. O número de infetados ultrapassa agora os 151 mil, com registo de casos em 137 países e territórios. A Organização Mundial da Saúde declarou entretanto que o epicentro da pandemia provocada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) se deslocou da China para a Europa, onde se situa o segundo caso mais grave, o da Itália, que anunciou hoje 175 novas mortes e que regista 1.441 vítimas fatais.

Covid-19: Autoridade Marítima Nacional interdita grupos de pessoas nas praias
A Autoridade Marítima Nacional interditou no sábado à noite todas as atividades desportivas ou de lazer que juntem pessoas nas praias do continente, Madeira e Açores, para minimizar a probabilidade de disseminação do novo coronavírus (Covid-19).Lusa Num comunicado publicado na página oficial, a Autoridade Marítima Nacional justifica a “medida preventiva” como resposta “para conter a propagação do Covid-19” e assegura que a “interdição será levantada logo que estejam reunidas todas as condições de segurança”. A Autoridade Marítima Nacional reforça o apelo aos cidadãos para que não se desloquem às praias e não vão a banhos. Portugal está em nível de alerta, tendo já 169 casos de infeção com Covid-19 confirmados. O novo coronavírus foi detetado pela primeira vez em dezembro, na China, e já provocou mais de 5.700 mortos em todo o mundo. O número de infetados ultrapassa agora os 151 mil, com registo de casos em 137 países e territórios. A Organização Mundial da Saúde declarou entretanto que o epicentro da pandemia provocada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) se deslocou da China para a Europa, onde se situa o segundo caso mais grave, o da Itália, que anunciou hoje 175 novas mortes e que regista 1.441 vítimas fatais.