Covid-19: Jaime Moniz representa Portugal em iniciativa do Parlamento Europeu

O Projeto Escola Embaixadora do Parlamento Europeu, da Escola Secundária Jaime Moniz, foi convidado a integrar, através dos seus embaixadores-júnior, uma iniciativa designada “How to overcome the Covid-19 crisis” que ocorreu, dia 15 de Junho, através da plataforma Zoom. Foram convidadas cinco escolas portuguesas tendo a Escola Jaime Moniz sido encarregue de representar Portugal, apresentando a situação atual, através da porta-voz, a jovem Clara Vasconcelos, aluna do Quadro de Honra da ESJM, do décimo primeiro ano, Curso de Ciências e Tecnologias. Participaram, ainda, os jovens embaixadores Carolina Neves, Eduardo Silva e José Pedro Fragueiro, todos alunos do décimo segundo ano, Curso de Línguas e Humanidades. Este último teve a oportunidade de colocar uma questão sobre o futuro do Programa Erasmus+, ao Eurodeputado holandês Bas Eickout. Estiveram, também, presentes as responsáveis pelo Projeto, na Escola, Ana Maria Kauppila e Cecília Ferreira, embaixadoras-sénior. A iniciativa congregou escolas de Portugal, como referido, de França, de Espanha e dos Países-Baixos tendo como representantes do Parlamento Europeu os Eurodeputados Lídia Pereira (EPP), Javi Lopez (S&D), Pierre Karleskind (Renovadores) e Bas Eickhout (Verdes).  Os temas abordados foram a) a crise sanitária; b) a solidariedade europeia; c) a economia; d) o futuro da Europa e os desafios imediatos e futuros. A sessão terminou com uma mensagem dirigida aos jovens-embaixadores, em especial, pelo Presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli. Tratou-se de uma mensagem encorajadora quanto ao futuro dos jovens, tendo o Presidente solicitado que se distanciassem do euroceticismo e que participassem cada vez mais na “edificação do projeto da casa comum”. Agradeceu-lhes por serem embaixadores de uma instituição com tanto relevo na construção europeia e legou um voto de esperança. Solicitámos aos intervenientes, representantes da Escola Secundária Jaime Moniz, que se referissem à importância e ao significado desta iniciativa e da sua participação na mesma. Como supramencionado, coube a Clara Vasconcelos representar a Escola Jaime Moniz e o país, responsabilidade à qual correspondeu com segurança, jovialidade e num ótimo inglês. De acordo com esta aluna, jovem-embaixadora do Parlamento Europeu, esta iniciativa constituiu “uma oportunidade única que permitiu o contacto com pessoas com responsabilidades a nível europeu, em que foi possível percebermos um pouco mais da situação em que vivemos e as suas consequências a nível económico e social nos vários países da União Europeia e nos vários 27 estados membro desta. Diferentes perspetivas, ideias e países, mas todos com o mesmo rumo: recuperar da melhor maneira possível, juntos. O mais importante foi perceber que todos acreditam que a união faz a força e que é a União Europeia que vai fortalecer junta e não cada país por si. “ Segundo Eduardo Silva, que deixou uma mensagem escrita a todos os participantes, “Nos tempos difíceis em que vivemos atualmente, onde a incerteza é percetível, são necessários esclarecimentos, sobretudo para os jovens que acabam agora o secundário, muitos deles com o seu futuro incerto, devido ao impacto do Covid-19 no mercado do trabalho, em todo o mundo. Este evento, que reuniu alunos e representantes de escolas da União Europeia, tais como Portugal, França, Holanda e Alemanha, através da aplicação “Zoom”, respeitou o distanciamento necessário, mas ao mesmo tempo, uniu vários pontos Europeus. Debateram-se vários temas importantíssimos da atualidade em que vivemos e do futuro próximo, tendo também sido dado tempo aos alunos dos vários países para falarem do estado do seu país e dos seguintes passos a serem dados; e a colocarem questões aos representantes lá presentes. Hoje deu-se um excelente passo de modo a unir os países e os povos Europeus, para construirmos um futuro juntos”. Carolina Neves mencionou que “os participantes refletiram sobre a realidade que se vive nestes tempos de pandemia, podendo assim, também, ficar a saber mais acerca das diferenças e de alguns aspetos semelhantes entre países europeus. Para esta jovem embaixadora, esta conferência enriqueceu os conhecimentos dos presentes acerca do que se passa nos outros países da Europa, seja sobre a questão do COVID-19, da economia, da sociedade, etc. Em meu nome e dos jovens Embaixadores do Parlamento Europeu da Escola Secundária Jaime Moniz, foi um prazer participar neste evento. Através deste, aumentei os meus conhecimentos sobre a realidade dos outros países europeus bem como sobre Portugal, país a que pertenço. Agradeço pela oportunidade”.  José Pedro Fragueiro, começou por falar do evento, aludindo “ao privilégio de participar na qualidade de jovem embaixador. Aos participantes foi proposta uma atividade de debate e de reflexão, com Eurodeputados e também outros jovens com interesse nas questões europeias. Esta iniciativa teve por objetivo permitir aos participantes aprofundarem o seu conhecimento sobre a Europa,

Covid-19: Jaime Moniz representa Portugal em iniciativa do Parlamento Europeu
O Projeto Escola Embaixadora do Parlamento Europeu, da Escola Secundária Jaime Moniz, foi convidado a integrar, através dos seus embaixadores-júnior, uma iniciativa designada “How to overcome the Covid-19 crisis” que ocorreu, dia 15 de Junho, através da plataforma Zoom. Foram convidadas cinco escolas portuguesas tendo a Escola Jaime Moniz sido encarregue de representar Portugal, apresentando a situação atual, através da porta-voz, a jovem Clara Vasconcelos, aluna do Quadro de Honra da ESJM, do décimo primeiro ano, Curso de Ciências e Tecnologias. Participaram, ainda, os jovens embaixadores Carolina Neves, Eduardo Silva e José Pedro Fragueiro, todos alunos do décimo segundo ano, Curso de Línguas e Humanidades. Este último teve a oportunidade de colocar uma questão sobre o futuro do Programa Erasmus+, ao Eurodeputado holandês Bas Eickout. Estiveram, também, presentes as responsáveis pelo Projeto, na Escola, Ana Maria Kauppila e Cecília Ferreira, embaixadoras-sénior. A iniciativa congregou escolas de Portugal, como referido, de França, de Espanha e dos Países-Baixos tendo como representantes do Parlamento Europeu os Eurodeputados Lídia Pereira (EPP), Javi Lopez (S&D), Pierre Karleskind (Renovadores) e Bas Eickhout (Verdes).  Os temas abordados foram a) a crise sanitária; b) a solidariedade europeia; c) a economia; d) o futuro da Europa e os desafios imediatos e futuros. A sessão terminou com uma mensagem dirigida aos jovens-embaixadores, em especial, pelo Presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli. Tratou-se de uma mensagem encorajadora quanto ao futuro dos jovens, tendo o Presidente solicitado que se distanciassem do euroceticismo e que participassem cada vez mais na “edificação do projeto da casa comum”. Agradeceu-lhes por serem embaixadores de uma instituição com tanto relevo na construção europeia e legou um voto de esperança. Solicitámos aos intervenientes, representantes da Escola Secundária Jaime Moniz, que se referissem à importância e ao significado desta iniciativa e da sua participação na mesma. Como supramencionado, coube a Clara Vasconcelos representar a Escola Jaime Moniz e o país, responsabilidade à qual correspondeu com segurança, jovialidade e num ótimo inglês. De acordo com esta aluna, jovem-embaixadora do Parlamento Europeu, esta iniciativa constituiu “uma oportunidade única que permitiu o contacto com pessoas com responsabilidades a nível europeu, em que foi possível percebermos um pouco mais da situação em que vivemos e as suas consequências a nível económico e social nos vários países da União Europeia e nos vários 27 estados membro desta. Diferentes perspetivas, ideias e países, mas todos com o mesmo rumo: recuperar da melhor maneira possível, juntos. O mais importante foi perceber que todos acreditam que a união faz a força e que é a União Europeia que vai fortalecer junta e não cada país por si. “ Segundo Eduardo Silva, que deixou uma mensagem escrita a todos os participantes, “Nos tempos difíceis em que vivemos atualmente, onde a incerteza é percetível, são necessários esclarecimentos, sobretudo para os jovens que acabam agora o secundário, muitos deles com o seu futuro incerto, devido ao impacto do Covid-19 no mercado do trabalho, em todo o mundo. Este evento, que reuniu alunos e representantes de escolas da União Europeia, tais como Portugal, França, Holanda e Alemanha, através da aplicação “Zoom”, respeitou o distanciamento necessário, mas ao mesmo tempo, uniu vários pontos Europeus. Debateram-se vários temas importantíssimos da atualidade em que vivemos e do futuro próximo, tendo também sido dado tempo aos alunos dos vários países para falarem do estado do seu país e dos seguintes passos a serem dados; e a colocarem questões aos representantes lá presentes. Hoje deu-se um excelente passo de modo a unir os países e os povos Europeus, para construirmos um futuro juntos”. Carolina Neves mencionou que “os participantes refletiram sobre a realidade que se vive nestes tempos de pandemia, podendo assim, também, ficar a saber mais acerca das diferenças e de alguns aspetos semelhantes entre países europeus. Para esta jovem embaixadora, esta conferência enriqueceu os conhecimentos dos presentes acerca do que se passa nos outros países da Europa, seja sobre a questão do COVID-19, da economia, da sociedade, etc. Em meu nome e dos jovens Embaixadores do Parlamento Europeu da Escola Secundária Jaime Moniz, foi um prazer participar neste evento. Através deste, aumentei os meus conhecimentos sobre a realidade dos outros países europeus bem como sobre Portugal, país a que pertenço. Agradeço pela oportunidade”.  José Pedro Fragueiro, começou por falar do evento, aludindo “ao privilégio de participar na qualidade de jovem embaixador. Aos participantes foi proposta uma atividade de debate e de reflexão, com Eurodeputados e também outros jovens com interesse nas questões europeias. Esta iniciativa teve por objetivo permitir aos participantes aprofundarem o seu conhecimento sobre a Europa, promovendo o debate com jovens de outros países, com diferentes perspetivas sobre os desafios que se avizinham entre os quais estão a esperança de retoma económica dos Estados membros e a superação definitiva do COVID-19, nos diferentes contextos da Europa (principal tema desta conferência) para além de  outras temáticas tais como o Erasmus + ou a problemática da emissão da dívida conjunta Europeia. Foi uma iniciativa muito gratificante e enriquecedora que demonstrou a importância de uma União Europeia unida e coesa em busca de um objetivo comum, procurando relembrar o lema "Unidos na diversidade", que mais do que nunca deve ser característico da União Europeia”.