Covid-19: Reino Unido regista 282 novas mortes, 36.675 no total

O Reino Unido registou hoje 282 novas mortes devido à covid-19, o que eleva para 36.675 o total de óbitos associados à pandemia, indicou o ministro dos Transportes britânico, Grant Shapps. Na conferência de imprensa diária, realizada a partir de Downing Street, o ministro indicou que o país registou nas últimas 24 horas 2.959 novos casos de contágio por covid-19. No total, o Reino Unido regista mais de 257 mil casos. Os números divulgados na sexta-feira tinham apontado a existência de mais 351 mortes do que no dia anterior e 3.287 novos casos de contágio. A tendência geral de descida nestes números tem levado o governo a manter o plano para continuar a aliviar o regime de confinamento, com uma nova fase prevista para o início de junho de abertura parcial de escolas primárias e lojas não essenciais. O governo pretende também introduzir um sistema de quarentena de 14 dias às pessoas que cheguem do estrangeiro para tentar travar a transmissão da covid-19, com a aplicação de multas a quem não cumprir. Nas declarações que hoje fez à imprensa, o ministro dos Transporte anunciou um pacote de 283 milhões de libras (307 milhões de euros) para que a rede de transportes volte a funcionar em horário completo. No entanto, Shapps instou os que podem trabalhar em casa a continuarem nesse regime e alertou que o serviço de transportes só poderá funcionar, na melhor das hipóteses, com um quinto da sua capacidade normal, para que seja mantido o distanciamento social e se evite a propagação do vírus. O ministro pediu ainda que o uso de transportes públicos seja evitado sempre que possível e se opte por meios alternativos como a bicicleta, veículos próprios ou deslocações a pé. A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 338 mil mortos e infetou mais de 5,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Covid-19: Reino Unido regista 282 novas mortes, 36.675 no total
O Reino Unido registou hoje 282 novas mortes devido à covid-19, o que eleva para 36.675 o total de óbitos associados à pandemia, indicou o ministro dos Transportes britânico, Grant Shapps. Na conferência de imprensa diária, realizada a partir de Downing Street, o ministro indicou que o país registou nas últimas 24 horas 2.959 novos casos de contágio por covid-19. No total, o Reino Unido regista mais de 257 mil casos. Os números divulgados na sexta-feira tinham apontado a existência de mais 351 mortes do que no dia anterior e 3.287 novos casos de contágio. A tendência geral de descida nestes números tem levado o governo a manter o plano para continuar a aliviar o regime de confinamento, com uma nova fase prevista para o início de junho de abertura parcial de escolas primárias e lojas não essenciais. O governo pretende também introduzir um sistema de quarentena de 14 dias às pessoas que cheguem do estrangeiro para tentar travar a transmissão da covid-19, com a aplicação de multas a quem não cumprir. Nas declarações que hoje fez à imprensa, o ministro dos Transporte anunciou um pacote de 283 milhões de libras (307 milhões de euros) para que a rede de transportes volte a funcionar em horário completo. No entanto, Shapps instou os que podem trabalhar em casa a continuarem nesse regime e alertou que o serviço de transportes só poderá funcionar, na melhor das hipóteses, com um quinto da sua capacidade normal, para que seja mantido o distanciamento social e se evite a propagação do vírus. O ministro pediu ainda que o uso de transportes públicos seja evitado sempre que possível e se opte por meios alternativos como a bicicleta, veículos próprios ou deslocações a pé. A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 338 mil mortos e infetou mais de 5,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios.