Covid-19: Rússia ultrapassou os 600 mil casos de infeção

A Rússia ultrapassou hoje os 600 mil casos de infeção do novo coronavírus depois de terem sido detetados 7.176 novos contágios nas últimas 24 horas, informaram as autoridades sanitárias de Moscovo. "No último dia foram registados 7.176 novos casos em 84 regiões do país, entre eles 2.272 pessoas sem sintomas clínicos", referiu o gabinete de crise que gere a crise sanitária. Em Moscovo, onde hoje se assinala com um desfile militar o 75.º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazi, foram contabilizados 811 novos casos de covid-19.  Na terça-feira morreram na Rússia 154 pessoas, vítimas da doença, 14 dos quais na capital. Desde o início da pandemia morreram 8.513 pessoas de covid-19, de acordo com o balanço oficial de Moscovo. A Rússia é atualmente o terceiro país do mundo com mais contágios de covid-19, a seguir aos Estados Unidos e Brasil.  A pandemia de covid-19 já provocou mais de 477 mil mortos e infetou mais de 9,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. Em Portugal, morreram 1.540 pessoas das 39.737 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China. Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.  

Covid-19: Rússia ultrapassou os 600 mil casos de infeção
A Rússia ultrapassou hoje os 600 mil casos de infeção do novo coronavírus depois de terem sido detetados 7.176 novos contágios nas últimas 24 horas, informaram as autoridades sanitárias de Moscovo. "No último dia foram registados 7.176 novos casos em 84 regiões do país, entre eles 2.272 pessoas sem sintomas clínicos", referiu o gabinete de crise que gere a crise sanitária. Em Moscovo, onde hoje se assinala com um desfile militar o 75.º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazi, foram contabilizados 811 novos casos de covid-19.  Na terça-feira morreram na Rússia 154 pessoas, vítimas da doença, 14 dos quais na capital. Desde o início da pandemia morreram 8.513 pessoas de covid-19, de acordo com o balanço oficial de Moscovo. A Rússia é atualmente o terceiro país do mundo com mais contágios de covid-19, a seguir aos Estados Unidos e Brasil.  A pandemia de covid-19 já provocou mais de 477 mil mortos e infetou mais de 9,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. Em Portugal, morreram 1.540 pessoas das 39.737 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China. Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.