“Cumprimos os nossos compromissos em matéria de transportes públicos”, Miguel Albuquerque

Miguel Albuquerque reiterou, ao início da tarde desta sexta-feira, eu também em matérias de transportes públicos, o seu Governo cumpriu com o prometido. Foi na cerimónia de apresentação da mais recente aquisição da Horários do Funchal, uma...

“Cumprimos os nossos compromissos em matéria de transportes públicos”, Miguel Albuquerque
Miguel Albuquerque reiterou, ao início da tarde desta sexta-feira, eu também em matérias de transportes públicos, o seu Governo cumpriu com o prometido. Foi na cerimónia de apresentação da mais recente aquisição da Horários do Funchal, uma viatura construída de raiz destinada a pessoas de mobilidade reduzida, que completa a frota da empresa, neste particular. Exaltando que “penso que é a última intervenção que faço neste mandato enquanto presidente do Governo Regional”, Miguel Albuquerque disse, então, que “aquilo que foram os nossos compromissos com os transportes público da Madeira e em particular com a empresa Horários do Funchal, vão ser integralmente cumpridos”. Desde logo, relevando a matéria de recursos humanos, onde exaltou que “quisemos sempre criar um bom ambiente de trabalho, garantindo os direitos e regalias de todos os trabalhadores. E conseguimos no quadro da concertação social celebrar os acordos necessários à estabilidade laboral na empresa e estímulo ao desenvolvimento dos seus trabalhadores”. Outra área foi a renovação da frota. “Estamos ainda em condições de dizer que vamos, nos próximos quatro anos, das 150 viaturas da horários do Funchal, renovar 129 e neste momento estamos no processo de aquisição de novas 30 viaturas, incluindo elétricas”, conforme destacou, frisando que “temos de ter a capacidade de manter o transporte público atrativo e confortável”. “Outro compromisso que tivemos”, recuperou, “foi a redução dos passes, para os 30 euros no transporte urbano, e 40 euros para os interurbanos, e isso levou a um aumento substancial dos utilizadores de transportes públicos” Miguel Albuquerque referenciou, ainda, que “estes são desafios importantes no quadro, inclusive, de estímulo à utilização de transportes públicos levado a cabo na política deste Governo Regional”. E dentro destes desafios está incluído “disponibilizar transporte para uma população que cada vez é mais velha”. “Sim, porque nós estamos a gerir o sucesso e hoje em dia as pessoas vivem, em média na nossa terra, até aos 80 anos. O nosso sucesso é também termos a capacidade de interpretar o mercado e termos capacidade de resposta que uma empresa de transportes públicos moderna tem que ter”, disse ainda, agradecendo aos ‘parceiros’, porque “é um prazer para a Horários do Funchal trabalhar com grupos credíveis, com capacidade técnica para corresponder aquelas que são as exigências do mercado”. E, “hoje, a Horários do Funchal é das empresas mais desenvolvidas e com maior capacidade de enfrentar os desafios para o futuro”, concluiu.   ENCURTAR DISTÁNCIAS, APROXIMAR POPULAÇÕES Por ser turno, na apresentação da nova viatura, Alejandro Gonçalves, administrador da Horários do Funchal, enumerou as especificidades da mesma. “Trata-se de um autocarro único no mundo, pensado e desenhado para a Horários do Funchal, para satisfazer um serviço especial”, sendo que o “posto de condução foi recuado para permitir ao seu motorista a melhor posição de cobrança e de ajuda aos passageiros e, principalmente, para ter as melhores condições de condução”. A base de concessão “é um motor Volvo e a carroçaria foi construída de raiz permitindo uma comodidade acima da média. A sua configuração permite à Horários do Funchal prestar um serviço às pessoas de mobilidade reduzida de forma independente. Isto é, a deslocação de cadeiras de rodas dentro do autocarro não necessita de uma ordem de entrada e de saída”. “Tem uma capacidade para transportar nove passageiros em cadeira de rodas, dois lugares sentados e um motorista”, destacou ainda, referindo-se que a viatura está dotada de banco removíveis com cada quatro deles a permitir um espaço para uma cadeira de rodas. Na sua alocução, Alejandro Gonçalves historiou que “concluímos em 2016 a renovação do serviço de transporte das populações altas do concelho do Funchal, com a aquisição de 4 autocarros 4x4, num valor de 670 mil euros”. Agora, “concluímos a renovação da frota para o serviço para as pessoas com mobilidade reduzida. Este serviço, que teve início a 1 de fevereiro de 2005, nesse ano transportávamos 1.000 pessoas. Hoje, ronda os 12.000”. Esse serviço, “tinha e tem ao seu dispor, duas carrinhas, cada um com capacidade para transportar quatro cadeiras de rodas, com quatro acompanhantes, e uma viatura com capacidade para nove cadeiras de rodas” Hoje, “chegamos ao fim desta renovação e apresentamos um autocarro que consegue transportar cadeiras de rodas de forma independente. O valor global do investimento para este serviço é de 420 mil euros. Desta forma, a Horários do Funchal vem demonstrar que tem uma estratégia bem definida em prol da população e do verdadeiro serviço público, que se traduz sempre em servir as pessoas”. Esta sexta-feira foi ainda especial para a Horário do Funchal, proque “para além de concluirmos este projeto, iniciamos outro também direcionado para melhor servir as populações, com o concurso para a aquisição de 30 novos autocarros, cujo prazo de resposta tem hoje o seu términos, com um valor global de 7,8 milhões de euros”.   HOMENAGEM A MIGUEL TAVARES A nova viatura constitui também uma homenagem ao empresário Miguel Tavares, já falecido, com toda uma vida ao serviço da ‘Mendes Gomes’, concessionária da Volvo na Madeira. A respetiva placa alusiva ao acontecimento foi descerrada pela sua esposa, Luísa Tavares, também ela com funções naquela empresa e cujo o empenho e contributo para a concretização deste projeto foi bastante enaltecido, por Miguel Albuquerque e Alejandro Gonçalves