"Cursos de Formação Profissional na área da Cultura são bastante concorridos", diz Teresa Brazão

Começou hoje, segunda-feira, 28 de outubro, no auditório do “Centro de Estudos de História do Atlântico Doutor Alberto Vieira”, o curso de formação profissional “Financiamento de Organizações e Projetos Culturais”, destinado ao setor da Cultura....

"Cursos de Formação Profissional na área da Cultura são bastante concorridos", diz Teresa Brazão
Começou hoje, segunda-feira, 28 de outubro, no auditório do “Centro de Estudos de História do Atlântico Doutor Alberto Vieira”, o curso de formação profissional “Financiamento de Organizações e Projetos Culturais”, destinado ao setor da Cultura. Este curso tem a duração de cinco dias terminando a 02 de novembro. A sessão de abertura contou com a presença da Diretora Regional de Cultura, Teresa Brazão. Na ocasião, Teresa Brazão salientou, segundo comunicado da Secretaria Regional do Turismo e da Cultura, "a grande frequência e procura" dos cursos de formação profissional para o setor da Cultura. Note-se que este ano, com o curso presentemente a decorrer, são já cinco as formações, tendo as anteriores sido: Gestão de Projetos Culturais, em maio, Oficina de Elaboração de Projetos e Preparação de Candidaturas, em abril/maio, Gestão de Organizações e Projetos Culturais, em julho, Gestão de Projetos Culturais, em outubro, isto num total de 150 participantes”. A Diretora Regional de Cultura garantiu ainda, segundo a mesma nota, que o Governo Regional vai continuar a apostar na formação profissional destinada aos agentes e entidades culturais da Região.  Refira-se que o presente curso “Financiamento de Organizações e Projetos Culturais” está a ser ministrado por Vítor Martelo, formador, especialista e consultor de diversas organizações nas áreas de planeamento e gestão estratégica; desenvolvimento organizacional; da gestão, programação e produção cultural; da economia social; do desenvolvimento local e comunitário; da cooperação, trabalho colaborativo, redes e parecerias; da gestão de financiamento de projetos culturais e sociais; da produção e eventos; da gestão pública; e da gestão de pessoas e formação e capacitação profissionais.