Dezenas de jovens colocam ‘Mãos à Obra’ pelo ambiente no Funchal

Várias dezenas de jovens juntaram-se, na manhã desta quarta-feira, para limpar a cidade do Funchal. A iniciativa ‘Mãos à Obra’ é um projeto nacional que partiu da ideia da jovem Inês Durão, que quis realizar uma limpeza geral em todo o País....

Dezenas de jovens colocam ‘Mãos à Obra’ pelo ambiente no Funchal
Várias dezenas de jovens juntaram-se, na manhã desta quarta-feira, para limpar a cidade do Funchal. A iniciativa ‘Mãos à Obra’ é um projeto nacional que partiu da ideia da jovem Inês Durão, que quis realizar uma limpeza geral em todo o País. A ação acontece no próximo dia 22 de setembro, mas um grupo de jovens madeirenses antecipou-se e escolheu o Dia da Cidade do Funchal para darem a sua contribuição para um mundo mais verde, sendo Beatriz Canha a representante da iniciativa na Madeira. Beatriz Camacho, com 16 anos, um dos sete jovens organizadores, explicou que o grupo percebeu o sentido de urgência e decidiu agir já, considerando: “Se estivermos sentados à espera que os adultos tomem iniciativa, morremos todos”. Os participantes foram divididos em cinco grupos, destinados a cinco zonas a limpar, que consideraram os principais pontos do Funchal, sendo eles o Parque de Santa Catarina, o Jardim Municipal, a Praça do Povo, a Zona Velha e a praia junto à Fortaleza de São Tiago. O lixo recolhido será todo separado no final da iniciativa. O PAN Madeira quis assinalar este Dia da Cidade ao participar neste projeto. João Henrique de Freitas, explicou que, ao saberem que um grupo informal de jovens, que se reuniu através das redes sociais, nomeadamente WhatsApp e Instagram, a manifestar preocupação com as questões ambientais, não hesitaram em participar. “Como o ambiente, as alterações climáticas, a poluição e o lixo são questões muito importantes para nós, e estes jovens merecem todo o apoio, nós não podíamos deixar de nos juntarmos a eles, para lhes darmos algum conforto e para dizer-lhes que há alguém que se preocupa”, disse. O facto de várias dezenas de jovens terem aderido a esta iniciativa, que se realiza ao longo da manhã deste feriado, mostra uma “mudança de paradigma”, refere ainda o porta-voz do PAN Madeira e cabeça de lista do partido às próximas eleições legislativas regionais, e acredita que a geração mais jovem, mais do que as gerações mais velhas, está ciente da importância de combater os problemas ambientais.