Dois mortos marcam os 138 acidentes de viação registados na operação “Polícia Sempre Presente: Festas Seguras 2019-2020”

A Polícia de Segurança Pública (PSP) informa que, relativamente à sinistralidade rodoviária verificada no período compreendido entre 16 de dezembro de 2019 e 1 de janeiro de 2020 foram registados 138 acidentes de viação, resultando em dois...

Dois mortos marcam os 138 acidentes de viação registados na  operação “Polícia Sempre Presente: Festas Seguras 2019-2020”
A Polícia de Segurança Pública (PSP) informa que, relativamente à sinistralidade rodoviária verificada no período compreendido entre 16 de dezembro de 2019 e 1 de janeiro de 2020 foram registados 138 acidentes de viação, resultando em dois mortos, dois feridos graves e 52 feridos ligeiros. Numa comparação sumária com os resultados da operação realizada no ano anterior, a PSP registou menos 45 acidentes (183 acidentes em 2018), mais dois cidadãos mortos (0 mortos em 2018), menos seis feridos graves (8 em 2018) e menos 14 feridos ligeiros (66 em 2018). O balanço da PSP refere-se à operação “Polícia Sempre Presente: Festas Seguras 2019-2020”.  Destes acidentes, informa a PSP, foram contabilizados 95 por colisão, 30 por despiste, 5 por atropelamento e 8 por outros motivos. Quanto aos feridos e vítimas mortais, os dois mortos resultaram de acidentes no Funchal e em Santa Cruz. Os dois feridos graves (resultaram de ocorrências no Funchal e Machico, e 52 feridos ligeiros aconteceram 30 no Funchal, 5 em Machico, 4 em São Vicente, 4 em Santa Cruz, 3 em Câmara de Lobos, 3 na Ribeira Brava, 1 na Calheta, 1 no Porto Moniz, e 1 no Porto Santo. Não foram registadas ocorrências com vítimas na Ponta de Sol, Santana e São Vicente. Estiveram empenhados 416 polícias e 209 viaturas policiais durante os 15 dias da operação, que visou incrementar o sentimento de segurança dos cidadãos nas áreas comerciais, eixos rodoviários, sistemas de transporte públicos e outros locais de grande concentração de pessoas, assegurando, nesses locais, um elevado índice de prontidão, prevenção e operacionalidade.