“É grave” se a Madeira não tiver informado entidades nacionais de casos suspeitos de coronavírus, diz Sara Cerdas

A suposta existência de casos suspeitos do novo coronavírus foi uma questão levantada no debate de ontem na Assembleia Regional. Sara Cerdas, instada a comentar, refere que assistiu ao debate, mas estranha o facto de nada ter sido divulgado....

“É grave” se a Madeira não tiver informado entidades nacionais de casos suspeitos de coronavírus, diz Sara Cerdas
A suposta existência de casos suspeitos do novo coronavírus foi uma questão levantada no debate de ontem na Assembleia Regional. Sara Cerdas, instada a comentar, refere que assistiu ao debate, mas estranha o facto de nada ter sido divulgado. “É preciso saber que caso era e se tinha algum vínculo epidemiológico, pois estas questões têm de ser dizimadas pelas autoridades competentes”, referiu a eurodeputada aos jornalistas, acrescentando que, “na Madeira, o SESARAM tem a autoridade regional na Saúde, mas tem sempre de reportar à autoridade saúde nacional, neste caso na pessoa da doutora Graça Freitas.” “Não sei se houve essa comunicação, mas se não houve é grave”, referiu.