Eleições: GNR registou seis pequenos incidentes ao início do dia

A Guarda Nacional Republicana registou seis pequenos incidentes em mesas de voto das eleições legislativas ao início do dia de hoje, resolvidos em minutos, disse à Lusa fonte daquela força. “Temos à nossa responsabilidade 6.199 mesas de voto...

Eleições: GNR registou seis pequenos incidentes ao início do dia
A Guarda Nacional Republicana registou seis pequenos incidentes em mesas de voto das eleições legislativas ao início do dia de hoje, resolvidos em minutos, disse à Lusa fonte daquela força. “Temos à nossa responsabilidade 6.199 mesas de voto e já houve algumas ocorrências prontamente resolvidas. Não existe nenhuma mesa de voto encerrada”, disse o oficial de dia do Comando Geral da GNR. Segundo a mesma fonte, três incidentes ocorreram em Vila Real, um no Porto, um em Braga e outro em Faro. A GNR destacou para hoje mais de 5.000 militares para que o ato decorra com tranquilidade e segurança. Na sexta-feira a GNR referiu em comunicado que os militares “tomarão as medidas indispensáveis para assegurar aos cidadãos o exercício dos seus direitos, liberdades e garantias”. Cabe também à GNR a responsabilidade de garantir a distribuição dos boletins por todas as assembleias de voto e, no final, recolhê-los e entregá-los nas câmaras municipais. Durante a eleição, a GNR, através do Centro Integrado Nacional de Gestão Operacional, monitoriza todas as ações desenvolvidas no processo de distribuição, recolha e entrega dos boletins de voto, assim como de possíveis incidentes ou alterações da ordem pública. As mesas de voto para as eleições legislativas abriram hoje às 08:00 em Portugal Continental e na Madeira, encerrando às 19:00. Cerca de dois milhões de eleitores já tinham votado às 12:00 de hoje, o que representa 18,83% dos 10,8 milhões de eleitores inscritos, uma descida de 1,82 pontos percentuais face às anteriores legislativas. De acordo com informação do Ministério da Administração Interna, às 12:00 de hoje a afluência média às urnas na eleição da Assembleia de República estimava-se em 18,83%%, a que correspondem cerca de dois milhões de votantes. Nas últimas eleições legislativas, realizadas em 04 de outubro de 2015, a afluência média às urnas à mesma hora estimava-se em 20,65%, o que correspondia a cerca de 1,9824 milhões de votantes. Esta é a 16.ª vez que os portugueses são chamados a votar em legislativas, concorrendo a estas eleições um número recorde de forças políticas – 20 partidos e uma coligação – embora apenas 15 se apresentem a todos os círculos eleitorais. No total, são eleitos 230 deputados numas eleições que, ao longo dos anos, têm vindo a registar um aumento da taxa de abstenção.