Enfermeiros da Madeira com '1 dia de férias e subsídio de 55% da base' no âmbito do subsídio covid

Encontro entre o SESARAM e o SINDEPOR decorreu na segunda-feira. O SINDEPOR Madeira reuniu ontem com o SESARAM, num encontro onde foram abordados diversos temas. Em cima da mesa, além de sugestões e diversos contributos do SINDEPOR e da análise de questões relacionadas com as transições dos enfermeiros em carreiras subsistentes para a categoria de gestor, esteve em análise o apoio na saúde aos profissionais de saúde, nomeadamente enfermeiros. De acordo com uma nota enviada à imprensa, o SINDEPOR refere que “devemos, a par de outros profissionais de saúde, ter um tratamento diferenciado e prioritário na resolução das questões de saúde no Sistema Regional de Saúde” O organismo entende ainda que o subsídio de risco covid deve ser alargado a todos os enfermeiros, tendo o SESARAM apresentado proposta diferenciadora relativamente à proposta nacional, de majoração de 1 dia de férias e subsídio de 55% da base (proposta nacional é de 50%) para todos os enfermeiros.  Segundo a nota informativa, “está a ser analisada a possibilidade da criação de um 'ATL' neste período de verão para os filhos de funcionários em situações específicas, nomeadamente infantários. Trata-se de uma iniciativa do SESARAM que mereceu concordância do SINDEPOR. Neste encontro, foi também abordada a situação do Lar da Bela Vista. “Apresentámos a nossa posição tentando esclarecer as situações existentes de forma a se encontrarem as melhores soluções, pois concordamos que só com uma postura construtiva se constroem pontes de entendimento”.

Enfermeiros da Madeira com '1 dia de férias e subsídio de 55% da base' no âmbito do subsídio covid
Encontro entre o SESARAM e o SINDEPOR decorreu na segunda-feira. O SINDEPOR Madeira reuniu ontem com o SESARAM, num encontro onde foram abordados diversos temas. Em cima da mesa, além de sugestões e diversos contributos do SINDEPOR e da análise de questões relacionadas com as transições dos enfermeiros em carreiras subsistentes para a categoria de gestor, esteve em análise o apoio na saúde aos profissionais de saúde, nomeadamente enfermeiros. De acordo com uma nota enviada à imprensa, o SINDEPOR refere que “devemos, a par de outros profissionais de saúde, ter um tratamento diferenciado e prioritário na resolução das questões de saúde no Sistema Regional de Saúde” O organismo entende ainda que o subsídio de risco covid deve ser alargado a todos os enfermeiros, tendo o SESARAM apresentado proposta diferenciadora relativamente à proposta nacional, de majoração de 1 dia de férias e subsídio de 55% da base (proposta nacional é de 50%) para todos os enfermeiros.  Segundo a nota informativa, “está a ser analisada a possibilidade da criação de um 'ATL' neste período de verão para os filhos de funcionários em situações específicas, nomeadamente infantários. Trata-se de uma iniciativa do SESARAM que mereceu concordância do SINDEPOR. Neste encontro, foi também abordada a situação do Lar da Bela Vista. “Apresentámos a nossa posição tentando esclarecer as situações existentes de forma a se encontrarem as melhores soluções, pois concordamos que só com uma postura construtiva se constroem pontes de entendimento”.