“Está aqui uma prova evidente de que o helicóptero é de facto uma mais-valia” – Carlos Teles

O presidente da Câmara Municipal da Calheta, Carlos Teles, afirmou hoje ao JM que o helicóptero está a ser “de grande ajuda” no combate ao incêndio nos Prazeres. “Se falta de provas havia, está aqui uma prova e vidente de que o helicóptero...

“Está aqui uma prova evidente de que o helicóptero é de facto uma mais-valia” – Carlos Teles
O presidente da Câmara Municipal da Calheta, Carlos Teles, afirmou hoje ao JM que o helicóptero está a ser “de grande ajuda” no combate ao incêndio nos Prazeres. “Se falta de provas havia, está aqui uma prova e vidente de que o helicóptero é de facto uma mais-valia”, declarou. As chamas consomem uma zona de difícil acesso e “por isso é que o helicóptero está no terreno”, pois “não se consegue chegar [à área] de outra forma”, reiterou o autarca. Além do meio aéreo, sete meios terrestres e 20 homens combatem as chamas.  “A preocupação dos meios é não deixar passar o fogo para a outra encosta. E o que separa as duas zonas é o ribeiro, daí estarem a controlar o ribeiro”, informou Carlos Teles. O edil garantiu que a freguesia dos Prazeres não costuma ser afetada pelos incêndios. “O último incêndio que tivemos e não foi nesta zona, foi em 2016”, recordou. Questionado sobre as suspeitas de este se tratar de um ato de origem criminosa, Carlos Teles responde: “A hora”.  O presidente da autarquia recorda que o incêndio começou depois da 1 hora e informa que a Polícia Judiciária já esteve no terreno. Uma vez que o fogo continua ativo, Carlos Teles recusa-se a efetuar para já, qualquer balanço dos prejuízos.