"Eu não quero essa vida", disse mãe que deitou bebé recém-nascido ao lixo

A jovem que deitou o bebé no lixo, em Lisboa, falou à TVI24 em setembro, e referiu que na casa onde vivia havia muitas discussões e, por isso, decidiu sair. "Quero estudar, viver a minha vida", afirmou Sara, já nas ruas da cidade, à TVI. "Eu...

A jovem que deitou o bebé no lixo, em Lisboa, falou à TVI24 em setembro, e referiu que na casa onde vivia havia muitas discussões e, por isso, decidiu sair. "Quero estudar, viver a minha vida", afirmou Sara, já nas ruas da cidade, à TVI. "Eu não quero esta vida. Quero estudar, quero trabalhar", reiterou, assegurando nunca ter tido problemas com álcool ou drogas. Na altura, sair das ruas de Lisboa era um desejo manifestado por Sara. "Quero sair dessa vida", disse, acrescentando que o seu sonho era "cuidar da mãe". Esta entrevista à TVI24 data de setembro deste ano, quando a mulher, de 22 anos, estava grávida de sete meses, mas recentemente voltou a ser notícia. Recorde-se que no passado dia 5 de novembro, as autoridades receberam um alerta para um recém-nascido encontrado num caixote do lixo na Avenida Infante D. Henrique. O bebé foi encontrado por sem-abrigo, ainda com vestígios do cordão umbilical, explicou na altura fonte da PSP, acrescentando que o recém-nascido foi depois transportado ao Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, a inspirar alguns cuidados. Posteriormente foi encaminhado para a Maternidade Alfredo da Costa, onde ainda se mantém. A mãe, cujo nome foi entretanto conhecido, foi presente a tribunal no final da semana passada e, depois de ouvida ao longo de 1h30 por um juiz e ficou em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Tires, em Cascais.