Ex-'mayor' de Nova Iorque Michael Bloomberg admite candidatura presidencial em 2020

Michael Bloomberg, o bilionário e ex-presidente da Câmara de Nova Iorque, admite candidatar-se à campanha presidencial democrata em 2020, alegando que os atuais candidatos do partido estão mal preparados para derrotar o Presidente Donald Trump,...

Ex-'mayor' de Nova Iorque Michael Bloomberg admite candidatura presidencial em 2020
Michael Bloomberg, o bilionário e ex-presidente da Câmara de Nova Iorque, admite candidatar-se à campanha presidencial democrata em 2020, alegando que os atuais candidatos do partido estão mal preparados para derrotar o Presidente Donald Trump, segundo um seu assessor. Bloomberg tinha descartado, no ano passado, uma corrida presidencial em 2020, mas os seus assessores admitiram esta semana que o antigo ‘mayor’ de Nova Iorque tem estado em consultas com figuras proeminentes do Partido Democrata e tem exprimido dúvidas sobre a capacidade dos atuais 17 candidatos para vencerem Trump. “Michael Bloomberg está cada vez mais preocupado com o facto de o atual campo de candidatos não estar bem posicionado para o fazer (derrotar Trump)”, afirmou Howard Wolfson, assessor do empresário, num comunicado. Segundo este assessor, os receios de Bloomberg centram-se sobretudo na falta de firmeza do ex-vice-Presidente Joe Biden, nas ideias demasiado radicais de Bernie Sanders e nas incertezas que rodeiam a senadora Elizabeth Warren, os três candidatos democratas mais bem posicionados para as eleições presidenciais de 2020, segundo as mais recentes sondagens. Por isso, Bloomberg, de 77 anos, aceitou abrir de novo a porta a uma candidatura presidencial, no momento em que as eleições primárias no Partido Democrata entram numa fase crucial, com a aproximação dos primeiros embates, em fevereiro, nos estados do Iowa, New Hampshire, Nevada e Carolina do Sul.