Expetativa que ‘Madeira Vista do Céu' seja "documento de referência no conhecimento visual da Região"

Ser “um livro de fotografia que se transforme num objeto de conhecimento da ilha”, é uma das pretensões de Gregório Cunha, sobre a obra que apresentou esta tarde no Salão Nobre da Assembleia Legislativa, ‘Madeira Vista do Céu - From the Sky’....

Expetativa que ‘Madeira Vista do Céu' seja "documento de referência no conhecimento visual da Região"
Ser “um livro de fotografia que se transforme num objeto de conhecimento da ilha”, é uma das pretensões de Gregório Cunha, sobre a obra que apresentou esta tarde no Salão Nobre da Assembleia Legislativa, ‘Madeira Vista do Céu - From the Sky’. “Que seja um documento de referência, no conhecimento visual da Região Autónoma da Madeira, quer para nós, seus habitantes, quer para os milhares de visitantes que recebemos todos os anos” e “um livro para quem nos visita e para quem nos quer visitar”, sublinhou ainda o fotojornalista. ‘Madeira Vista do Céu - From the Sky’, lembrou, é “um sonho com cerca de 20 anos” e que surgiu durante a primeira vez que andou de helicóptero, numa viagem do Porto Santo para a Madeira. Porém, frisou, “quiseram as circunstâncias que só agora esse sonho pudesse ser realizado”, com um drone, que “trouxe uma possibilidade diferente de realizar as fotografias que eu queria”. Entre vários agradecimentos, em especial para a sua família e todas as entidades que o apoiaram, Gregório Cunha adiantou alguns pormenores curiosos, desta ‘saga’ que durou dois anos e meio.  “Percorri cerca de 20 mil quilómetros e fiz cerca de 22 mil fotogramas para uma seleção final de 180 fotografias, de paisagens intercaladas com cenas do quotidiano da Madeira e do Porto Santo”, precisou. A obra, que tem como preço de lançamento 35€, custará depois 47€, estando disponível na Fnac Madeira, e, a partir de janeiro, em todas as Fnac do Continente, numa edição que foi inteiramente custeada pelo autor. Esta publicação contou com o apoio do Governo, representado na cerimónia pelo secretário regional de Equipamento, Pedro Fino.