Falha na rede da NOS deveu-se a "anomalia simultânea" de dois sistemas de processamento de tráfego

A NOS esclareceu que a falha registada hoje na sua rede se deveu a "uma anomalia simultânea de dois sistemas de processamento de tráfego" e reiterou que os seus serviços estão "integralmente repostos". "A NOS esclarece que a situação de instabilidade...

Falha na rede da NOS deveu-se a "anomalia simultânea" de dois sistemas de processamento de tráfego
A NOS esclareceu que a falha registada hoje na sua rede se deveu a "uma anomalia simultânea de dois sistemas de processamento de tráfego" e reiterou que os seus serviços estão "integralmente repostos". "A NOS esclarece que a situação de instabilidade registada na sua rede móvel, durante o final da manhã de hoje, se deveu a uma anomalia simultânea de dois sistemas de processamento de tráfego", refere a operadora liderada por Miguel Almeida. Esta situação "tem uma probabilidade absolutamente ínfima, dados os múltiplos níveis de redundância: lógica, física e geográfica", acrescentou a operadora, salientando que todos os seus serviços estão "integralmente repostos". "A NOS ativou de imediato os procedimentos de gestão de crise, juntamente com os parceiros tecnológicos, o que permitiu a rápida resolução da situação e a reposição gradual dos serviços", concluiu. A operadora tinha ativado hoje planos de contingência devido a uma falha nas comunicações e a meio da tarde anunciou que os serviços já estavam integralmente a funcionar.