Festival da Natureza da Madeira proporciona uma semana de atividades gratuitas ao ar livre

O Festival da Natureza da Madeira, que decorre esta semana, disponibiliza 700 inscrições gratuitas para a prática de várias atividades ao ar livre e promove o primeiro encontro internacional sobre turismo no meio natural, anunciou hoje o Governo...

Festival da Natureza da Madeira proporciona uma semana de atividades gratuitas ao ar livre
O Festival da Natureza da Madeira, que decorre esta semana, disponibiliza 700 inscrições gratuitas para a prática de várias atividades ao ar livre e promove o primeiro encontro internacional sobre turismo no meio natural, anunciou hoje o Governo Regional.  "Sabemos que os turistas, hoje, além de quererem contemplar as nossas paisagens, procuram acima de tudo ter experiências únicas, autênticas, e ter um papel mais interventivo na natureza", disse a secretária do Turismo e Cultura, Paula Cabaço, na apresentação do evento, no Funchal. O Governo Regional investiu 103 mil euros no certame, que decorre entre hoje e domingo e inclui este ano a realização do I Madeira Outdoor Summit, na quinta-feira, um encontro internacional dedicado aos desportos e turismo de natureza, que traz à região "reputados oradores" nesta área. "A iniciativa tem como objetivo mostrar que a região, além de destino turístico, onde se podem usufruir destas experiências ligadas à natureza, pode também ser palco da realização de grandes eventos desportivos ligados à natureza", disse Paula Cabaço. O Festival da Natureza da Madeira proporciona atividades gratuitas, embora sujeitas a inscrição, em terra, no mar e no ar, tais como canyoning, jeep tour, passeios a pé, observação de morcegos, BTT e multiatividades na montanha (paintball, arco e flecha, paralelas, zarabatana, rapel, slide, jogos tradicionais), coosteering, kayak, passeios de barco, mergulho, stand up paddle e parapente. "O Festival da Natureza tem como objetivo dar a conhecer e promover juntos dos turistas, mas também dos madeirenses, a atual oferta em termos de iniciativas e experiências que podemos usufruir na natureza", vincou a secretária do Turismo e Cultura. Paula Cabaço realçou que este ano são possíveis 700 inscrições, que podem ser feitas no posto de turismo da Avenida Arriaga, no centro do Funchal, bem como em diversos hotéis, sendo que as atividades vão decorrer no Funchal, mas também nos concelhos de Santa Cruz e Machico (zona leste da ilha), Ribeira Brava, Ponta do Sol e Calheta (zona oeste), São Vicente e Porto Moniz (costa norte) e Porto Santo. No inquérito à satisfação dos turistas em 2018, o Festival da Natureza obteve 6,5 pontos numa escala de 0 a 7, o equivalente a 90% numa escala de 0 a 100. "É um cartaz que agradou muitíssimo a quem visitou a Madeira", disse Paula Cabaço, sublinhando que o evento revela, acima de tudo, a importância que os turistas atribuem às experiências ligadas à natureza.