Filho da mulher desaparecida no Porto da Cruz organiza grupo de buscas

Lúcio Djaló, filho da mulher desaparecida no Porto da Cruz, está a organizar um grupo de buscas para encontrar a mãe.  Segundo explicou Lúcio Djaló, ao JM, cerca de dez dezenas de amigos já se juntaram à causa, sendo que quem quiser também fazer parte da iniciativa deverá aparecer hoje, às 13h00, no snack-bar Texas, no Porto da Cruz. A equipa deverá percorrer várias zonas entre o Porto da cruz e Machico. Tal como noticiou ontem o Jornal, Lúcia Freitas, de cerca de 50 anos, está desaparecida desde a última terça-feira no sítio na Achada, no Porto da Cruz. Lúcio Djaló, filho da desaparecida, explicou que a mulher mede 1,50 metros e não tem muita capacidade de mobilidade, pelo que acredita que a mãe deve andar nas redondezas. Quem tiver alguma informação relevante sobre o seu paradeiro deverá contactar os seguintes números: 961958518 / 966931692.

Filho da mulher desaparecida no Porto da Cruz organiza grupo de buscas
Lúcio Djaló, filho da mulher desaparecida no Porto da Cruz, está a organizar um grupo de buscas para encontrar a mãe.  Segundo explicou Lúcio Djaló, ao JM, cerca de dez dezenas de amigos já se juntaram à causa, sendo que quem quiser também fazer parte da iniciativa deverá aparecer hoje, às 13h00, no snack-bar Texas, no Porto da Cruz. A equipa deverá percorrer várias zonas entre o Porto da cruz e Machico. Tal como noticiou ontem o Jornal, Lúcia Freitas, de cerca de 50 anos, está desaparecida desde a última terça-feira no sítio na Achada, no Porto da Cruz. Lúcio Djaló, filho da desaparecida, explicou que a mulher mede 1,50 metros e não tem muita capacidade de mobilidade, pelo que acredita que a mãe deve andar nas redondezas. Quem tiver alguma informação relevante sobre o seu paradeiro deverá contactar os seguintes números: 961958518 / 966931692.