Fórum Africano de Investimento deve aprovar mais de 100 projetos acima de 110 mil milhões

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) disse hoje que o Fórum Africano de Investimento, que se realiza na próxima semana em Abidjan, deverá aprovar mais de 100 projetos com um valor superior a 110 mil milhões de dólares. "O Fórum Africano de Investimento tem 118 negócios na calha de todos os oito membros fundadores, com um valor de investimento de mais de 110 mil milhões de dólares", quase 98 mil milhões de euros. De acordo com um comunicado enviado à Lusa, o Fórum tornou-se "uma plataforma valiosa durante a qual o Banco atrai com sucesso investimento crítico para as necessidades em saúde, infraestruturas e agricultura do continente, entre outras, num contexto de recuperação dos impactos da pandemia de covid-19”. A terceira edição dos 'Market Days' do Fórum, os dias em que os investidores e os proponentes dos projetos se juntam para limar as arestas dos negócios, realiza-se em Abidjan, a sede do BAD, na próxima semana, e os organizadores antecipam uma procura acrescida, já que no ano passado a pandemia de covid-19 impediu a realização dos encontros. "Existe, para além disso, um consenso crescente segundo o qual o setor privado será indispensável para dar a dimensão e a rapidez necessárias para lidar de forma urgente com os muitos constrangimentos em vários setores do continente", acrescenta-se no texto. Entre os projetos que deverão ficar finalizados no encontro, o BAD salienta um investimento de 45 milhões de dólares (40 milhões de euros) na construção de uma fábrica de vacinas já pré-aprovada pela Organização Mundial de Saúde, outro no setor do agronegócio (produção e empacotamento de leite) na África Austral, no valor de 50,2 milhões de dólares (44,6 mil milhões de euros). A mobilização do financiamento institucional, o papel das inovações disruptivas e a tecnologia financeira são outros dos temas em destaque no Fórum deste ano, cuja edição de 2019, na África do Sul, assegurou a assinatura de 57 negócios no valor de cerca de 68 mil milhões de dólares, entre os quais o projeto de exploração de gás natural no norte de Moçambique. O BAD lançou o Fórum Africano de Investimento em 2018, em conjunto com sete outros parceiros fundadores: a Corporação Financeira Africana, o Banco de Exportações e Importações de África (Afreximbank), o Banco de Desenvolvimento da África Austral, o Banco de Comércio e Desenvolvimento, o Banco Europeu de Investimentos e o Banco Islâmico de Desenvolvimento.

Fórum Africano de Investimento deve aprovar mais de 100 projetos acima de 110 mil milhões
O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) disse hoje que o Fórum Africano de Investimento, que se realiza na próxima semana em Abidjan, deverá aprovar mais de 100 projetos com um valor superior a 110 mil milhões de dólares. "O Fórum Africano de Investimento tem 118 negócios na calha de todos os oito membros fundadores, com um valor de investimento de mais de 110 mil milhões de dólares", quase 98 mil milhões de euros. De acordo com um comunicado enviado à Lusa, o Fórum tornou-se "uma plataforma valiosa durante a qual o Banco atrai com sucesso investimento crítico para as necessidades em saúde, infraestruturas e agricultura do continente, entre outras, num contexto de recuperação dos impactos da pandemia de covid-19”. A terceira edição dos 'Market Days' do Fórum, os dias em que os investidores e os proponentes dos projetos se juntam para limar as arestas dos negócios, realiza-se em Abidjan, a sede do BAD, na próxima semana, e os organizadores antecipam uma procura acrescida, já que no ano passado a pandemia de covid-19 impediu a realização dos encontros. "Existe, para além disso, um consenso crescente segundo o qual o setor privado será indispensável para dar a dimensão e a rapidez necessárias para lidar de forma urgente com os muitos constrangimentos em vários setores do continente", acrescenta-se no texto. Entre os projetos que deverão ficar finalizados no encontro, o BAD salienta um investimento de 45 milhões de dólares (40 milhões de euros) na construção de uma fábrica de vacinas já pré-aprovada pela Organização Mundial de Saúde, outro no setor do agronegócio (produção e empacotamento de leite) na África Austral, no valor de 50,2 milhões de dólares (44,6 mil milhões de euros). A mobilização do financiamento institucional, o papel das inovações disruptivas e a tecnologia financeira são outros dos temas em destaque no Fórum deste ano, cuja edição de 2019, na África do Sul, assegurou a assinatura de 57 negócios no valor de cerca de 68 mil milhões de dólares, entre os quais o projeto de exploração de gás natural no norte de Moçambique. O BAD lançou o Fórum Africano de Investimento em 2018, em conjunto com sete outros parceiros fundadores: a Corporação Financeira Africana, o Banco de Exportações e Importações de África (Afreximbank), o Banco de Desenvolvimento da África Austral, o Banco de Comércio e Desenvolvimento, o Banco Europeu de Investimentos e o Banco Islâmico de Desenvolvimento.