Galeria ‘Marca de Água’ regista mais 11000 visitantes em 2019

A Galeria ‘Marca de Água’, situada na Rua da Carreira nº 119, revelou numa nota de imprensa enviada às redações, os números deste ano que finda. Em 2019, a ‘Marca de Água’, registou 2um número de mais 11.000 visitantes o que representa um aumento...

Galeria ‘Marca de Água’ regista mais 11000 visitantes em 2019
A Galeria ‘Marca de Água’, situada na Rua da Carreira nº 119, revelou numa nota de imprensa enviada às redações, os números deste ano que finda. Em 2019, a ‘Marca de Água’, registou 2um número de mais 11.000 visitantes o que representa um aumento de cerca de 175% no número der visitantes, em relação aos dados do ano de 20182. Raquel Fraga, diretora artística e proprietária da ‘Marca de Água’, destacou a "progressiva consolidação da marca junto do público madeirense e o reconhecimento da qualidade da programação, que tem vindo a reunir os principais nomes consagrados das artes plásticas nacionais e regionais, assim como uma clara aposta em novos artistas e curadores." A galeria revelou ainda que neste ano realizou 10 exposições temporárias, tendo exposto mais de cinco centenas de obras de 43 artistas. Já no âmbito da programação dos serviços educativos, foram desenvolvidas 21 visitas orientadas, 12 oficinas criativas, 10 parcerias e 2 conferências. A programação da galeria está a cargo do professor do ensino superior Diogo Goes, curador residente na Marca de Água, que iniciou em janeiro de 2019, a colaboração com esta galeria de arte contemporânea. O curador Diogo Goes destacou também que "faz todo o sentido reforçar a programação a fim de melhor corresponder às expetativas do público que habitualmente visita a galeria e também assim potenciar e atrair novos públicos para a arte contemporânea." Atualmente, está a decorrer a exposição individual ‘Árvore, uma linha à diáspora’ da autoria da artista plástica madeirense Dina Pimenta que poderá ser visitada, até ao próximo dia 10 de janeiro.  Já para 16 de janeiro, inaugura pelas 18h30, uma nova exposição, de produção nacional, intitulada de ‘Momentos’ da autoria do fotojornalista Fernando Ricardo, que se desloca especificamente à Região para o efeito. Para janeiro, continuam as visitas orientadas e mais projetos educativos, dirigidos nomeadamente a alunos da Escola Secundária Francisco Franco e do Instituto Superior de Administração e Línguas e utentes do Espaço Sénior das Cruzes, tutela da Sociohabita Funchal E.M. A programação para 2020 contempla, pelo menos, mais quatro exposições, estando já agendadas mais exposições até ao final do primeiro semestre de 2021. Raquel Fraga, agradeceu "a todos os artistas que integraram a programação e um muito obrigado a todo o público visitante, pela confiança, novamente expressa pela adesão às nossas iniciativas ao longo de todo o ano de 2019".