GNR: Corpo encontrado no Caniçal está "em avançado estado de composição"

O corpo encontrado esta tarde no Caniçal apresenta-se em “elevado estado de decomposição”, informou ao JM o oficial de Comunicação e Relações Públicas do Comando Territorial da GNR da Madeira, tenente-coronel Marco Nunes. A equipa de intervenção...

GNR: Corpo encontrado no Caniçal está
O corpo encontrado esta tarde no Caniçal apresenta-se em “elevado estado de decomposição”, informou ao JM o oficial de Comunicação e Relações Públicas do Comando Territorial da GNR da Madeira, tenente-coronel Marco Nunes. A equipa de intervenção de proteção e socorro (GIPS) da GNR deslocou-se para a Ponta de São Lourenço, no Caniçal, depois do alerta dado esta tarde por um popular de que estaria prostrado um corpo entre as rochas, numa zona de difícil acesso. A operação de resgate implicou descer uma falésia e içar o corpo a partir de uma maca para uma vereda, e depois realizar o transporte apeado do corpo para a estrada. O estado de decomposição em que o corpo se encontra faz as autoridades suporem que a morte já terá ocorrido “há bastante tempo”, embora, para já, ainda não haja elementos suficientes para afirmar, com segurança, exatamente há quantos dias. Face às circunstâncias do aparecimento do corpo, a GNR contactou o Serviço Regional de Proteção Civil e a Polícia Judiciária. A polícia forense esteve, entretanto, no local a recolher elementos.  O corpo agora encontrado deverá ser sujeito a autópsia para confirmar a identidade e apurar as causas da morte. Neste momento, há a suspeita de que o corpo encontrado seja o de uma mulher estrangeira, desaparecida no final do ano passado, na Ponta de São Lourenço, no Caniçal, mas as autoridades ainda não têm esta suspeita confirmada. Refira-se, por outro lado, que inicialmente os Bombeiros Municipais de Machico foram chamados ao local, mas entretanto a GNR tomou conta da ocorrência.