Governo quer que a Madeira tenha a carga fiscal mais baixa do país

O secretário regional da Economia, Rui Barreto enalteceu os indicadores económicos "muito positivos", facto que atribui ao ambiente económico de estabilidade e previsibilidade existente na Região. Relevando a importância dos empresários, empreendedores...

Governo quer que a Madeira tenha a carga fiscal mais baixa do país
O secretário regional da Economia, Rui Barreto enalteceu os indicadores económicos "muito positivos", facto que atribui ao ambiente económico de estabilidade e previsibilidade existente na Região. Relevando a importância dos empresários, empreendedores e investidores que criam riqueza na Madeira através das suas empresas, o governante destacou o contributo dos mesmos para a recuperação económica operada na Madeira. "Este Governo tem a ambição de tornar a Madeira a região do país com a mais baixa fiscalidade", assumiu o secretário, lembrando que a taxa de IRC para as pequenas e médias empresas é já a mais reduzida do país. "Nos próximos quatro anos queremos reduzir progressivamente a taxa geral de IRC", afirmou ainda. As declarações foram proferidas à margem da cerimónia de entrega dos pagamentos às candidaturas ao Instituto de Desenvolvimento Empresarial (IDE) referentes ao mês de novembro, cujo valor ascende a aproximadamente 2,7 milhões de euros. A cerimónia contou com a presença do presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque e o presidente do IDE, Jorge Faria.