"Governo Regional quis substituir-se à iniciativa privada, em vez de dar às empresas melhores condições para laborar"

A candidatura do Partido Trabalhista Português, esteve hoje no Penedo do Sono, na ilha do Porto Santo, para ilustrar aquilo que "não deve ser feito em matéria governativa".  "Gastou-se 2,3 milhões na infra-estrutura, para agora estar abandonada,...

A candidatura do Partido Trabalhista Português, esteve hoje no Penedo do Sono, na ilha do Porto Santo, para ilustrar aquilo que "não deve ser feito em matéria governativa".  "Gastou-se 2,3 milhões na infra-estrutura, para agora estar abandonada, a degradar-se,  sem qualquer utilidade para a população", referiu a candidata do PTP, em conferência de imprensa. Para o PTP, "o Penedo do Sono" representa o desnorte governativo do PSD e a falta de soluções para dinamizar a economia da ilha dourada. "O Governo Regional quis substituir-se à iniciativa privada e o resultado está à vista muitas obras públicas sem qualquer utilidade para a população", disse Raquel Coelho. Para a candidata do PTP, a dinamização da economia só é possível dando melhores condições às empresas, diminuindo os impostos e os custos de exploração, como é o caso do frete das mercadorias, da electricidade e dos combustíveis.