Governo vai apresentar proposta de alteração à Lei Eleitoral para viabilizar voto dos emigrantes nas Regionais

O Governo Regional vai avançar, durante o presente mandato, com uma proposta de alteração à Lei Eleitoral da Região Autónoma da Madeira, que vise possibilitar o voto dos emigrantes para as Eleições Legislativas Regionais. O anúncio foi feito...

Governo vai apresentar proposta de alteração à Lei Eleitoral para viabilizar voto dos emigrantes nas Regionais
O Governo Regional vai avançar, durante o presente mandato, com uma proposta de alteração à Lei Eleitoral da Região Autónoma da Madeira, que vise possibilitar o voto dos emigrantes para as Eleições Legislativas Regionais. O anúncio foi feito pela Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania, Augusta Aguiar, durante a conferência: “Contributos dos que regressam à Região Autónoma da Madeira”, que se realizou, esta tarde, 30 de janeiro, na Biblioteca Municipal da Ribeira Brava.   Segundo a governante, o direito ao voto nessas eleições “é uma aspiração tão antiga, quanto legítima, dos nossos emigrantes espalhados pelo mundo, madeirenses de pleno direito, que desejam participar ativamente na vida política da terra que os viu nascer”. A governante recordou ainda que “a Região sempre acolheu de braços abertos os seus migrantes, e continua a apresentar um saldo migratório positivo. São mais os que regressam ou querem fixar residência na nossa Região, do que aqueles que saem”. Durante a sua intervenção, Augusta Aguiar elogiou o evento promovido pela Associação Diáspora no Mundo, nesta que é a primeira conferência realizada por esta Associação. “Eventos como este vão ao encontro dos objetivos estratégicos do Governo Regional nesta matéria, que incluem o reforço do processo de integração na Região, desenvolvendo iniciativas com vista à formação pessoal e social, escolar, profissional, cívica e cultural, bem como a valorização da nossa diversidade cultural, garantindo o necessário diálogo intercultural”, concluiu.