'Guardiões' do Marítimo assumem 'amor' pela função no Dia Internacional do Guarda-Redes

Os 'guardiões' do Marítimo Amir e Charles deixaram hoje, Dia Internacional do Guarda-Redes, uma mensagem de paixão pela missão de defender a baliza, publicada no sítio do clube da I Liga portuguesa de futebol. Amir recordou a influência do pai, Ahmed Abedzadeh, que representou a seleção do Irão por 79 vezes e que participou no Mundial de 1998, em França. “Desde os três anos que ia com o meu pai, que era guarda-redes da seleção do Irão, para o treino. Ficava atrás da baliza a aprender e foi aí que comecei a amar ser guarda-redes”, contou o agora também internacional iraniano. Já o brasileiro Charles mandou um cumprimento aos colegas de posição, revelando a alegria que sente neste dia especial para os guarda-redes. “Quero deixar uma mensagem de parabéns a todos os guarda-redes neste dia. Sinto um orgulho enorme porque uma das coisas que eu mais amo é defender a baliza”, afirmou. Charles começou esta época como o dono da baliza ‘verde rubra’, ao ter jogado nas cinco primeiras jornadas da I Liga, mas perdeu o lugar para Amir, titular nas 19 rondas seguintes até à paragem do campeonato, devido à pandemia da covid-19. O Marítimo ocupa a 15.ª posição com 24 pontos em 24 jornadas, e leva 32 golos sofridos e 22 marcados.  

'Guardiões' do Marítimo assumem 'amor' pela função no Dia Internacional do Guarda-Redes
Os 'guardiões' do Marítimo Amir e Charles deixaram hoje, Dia Internacional do Guarda-Redes, uma mensagem de paixão pela missão de defender a baliza, publicada no sítio do clube da I Liga portuguesa de futebol. Amir recordou a influência do pai, Ahmed Abedzadeh, que representou a seleção do Irão por 79 vezes e que participou no Mundial de 1998, em França. “Desde os três anos que ia com o meu pai, que era guarda-redes da seleção do Irão, para o treino. Ficava atrás da baliza a aprender e foi aí que comecei a amar ser guarda-redes”, contou o agora também internacional iraniano. Já o brasileiro Charles mandou um cumprimento aos colegas de posição, revelando a alegria que sente neste dia especial para os guarda-redes. “Quero deixar uma mensagem de parabéns a todos os guarda-redes neste dia. Sinto um orgulho enorme porque uma das coisas que eu mais amo é defender a baliza”, afirmou. Charles começou esta época como o dono da baliza ‘verde rubra’, ao ter jogado nas cinco primeiras jornadas da I Liga, mas perdeu o lugar para Amir, titular nas 19 rondas seguintes até à paragem do campeonato, devido à pandemia da covid-19. O Marítimo ocupa a 15.ª posição com 24 pontos em 24 jornadas, e leva 32 golos sofridos e 22 marcados.