Homem morre em lagar de vinho quando pisava uvas

Um homem de 28 anos morreu ontem num lagar de vinho na freguesia de Prova e Casteição, no concelho de Mêda, distrito da Guarda, disse à agência Lusa fonte da proteção civil. Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS)...

Homem morre em lagar de vinho quando pisava uvas
Um homem de 28 anos morreu ontem num lagar de vinho na freguesia de Prova e Casteição, no concelho de Mêda, distrito da Guarda, disse à agência Lusa fonte da proteção civil. Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, os bombeiros foram chamados, pelas 20:46, para uma ocorrência com uma vítima que se encontrava num lagar de vinho, na localidade de Chãos. "[O homem] estava a pisar uvas com familiares, sentiu-se mal e caiu para o lado", disse a fonte. O comandante dos Bombeiros Voluntários de Mêda, José Lemos, referiu à Lusa que, segundo o médico da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) da Guarda que se deslocou ao local, a morte, "provavelmente foi causada por doença súbita" e não por intoxicação dos gases libertados durante o processo de fermentação do vinho. O responsável adiantou que o homem "estava acompanhado por familiares e quando caiu eles retiraram-no de imediato do local, que era arejado". O óbito foi confirmado pelo médico da VMER da Guarda e o corpo vai ser transportado para o Gabinete Médico-Legal daquela cidade para ser autopsiado. Ao local do acidente acorreram cinco veículos e 12 elementos dos Bombeiros Voluntários de Mêda, da GNR, da VMER da Guarda e da viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Vila Nova de Foz Côa, indicou o CDOS.