Hóquei do CF Carvalheiro recorre ao Tribunal Arbitral do Desporto para participar no Campeonato Nacional

Esgotadas todas as vias para solucionar de forma amigável o litígio que coloca indevidamente em causa a participação da sua equipa de hóquei em patins no Campeonato Nacional da 3.ª Divisão, o CF Carvalheiro submeteu, no final desta semana,...

Hóquei do CF Carvalheiro recorre ao Tribunal Arbitral do Desporto para participar no Campeonato Nacional
Esgotadas todas as vias para solucionar de forma amigável o litígio que coloca indevidamente em causa a participação da sua equipa de hóquei em patins no Campeonato Nacional da 3.ª Divisão, o CF Carvalheiro submeteu, no final desta semana, uma providência cautelar no Tribunal Arbitral do Desporto, com o objetivo de assegurar este seu direito já na presente época 2019/2020. Deu entrada no Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) a providência cautelar que pretende que seja determinada a aceitação da inscrição do CF Carvalheiro no Campeonato Nacional da 3.ª Divisão de hóquei em patins na presente temporada. Esta é uma medida judicial que pode ser interposta por quem tiver sério receio de que alguém lhe venha a causar uma lesão grave e dificilmente reparável ao seu direito, podendo assim assegurar a efectividade do direito ameaçado. Já o TAD, criado na sequência da aprovação da Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, é uma entidade jurisdicional independente, com competência específica para administrar a justiça relativamente a litígios que relevam do ordenamento jurídico desportivo, ou relacionados com a prática do desporto. "No caso em apreço, o que está em causa é o direito do CF Carvalheiro participar no Campeonato Nacional da 3.ª Divisão de hóquei em patins e as consequências devastadoras que podem advir se a situação não for assegurada já na presente época 2019/2020. Ao ver esgotadas todas as tentativas de solucionar este litígio de forma amigável, através do diálogo e pela via do bom senso, e com o início do Campeonato agendado já para o próximo dia 13 de Outubro, não restou ao clube outra alternativa senão avançar com esta providência cautelar, cujo principal efeito pretendido é o de garantir a participação ainda esta temporada. Entretanto, continua a decorrer a campanha de angariação de fundos promovida pelo departamento de hóquei em patins do CF Carvalheiro para ajudar a fazer face aos elevados encargos com este processo judicial. Quem quiser e tiver possibilidade de contribuir poderá fazê-lo na conta do clube no Millennium BCP através do IBAN 0033.0000.45377783983.05, enviando os dados para a emissão do respectivo recibo através dos canais oficiais do clube", pode ler-se no site oficial do clube.